PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Galhardo supera 2020, revê artilharia e vence disputa no ataque do Inter

Thiago Galhardo, atacante do Inter, retomou artilharia do time e fez mais dois gols - Ricardo Duarte/Inter
Thiago Galhardo, atacante do Inter, retomou artilharia do time e fez mais dois gols Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

06/05/2021 04h00

Classificação e Jogos

Jogo do Inter com gol de Thiago Galhardo. Foi rotina durante boa parte da temporada passada, e voltou a ser. Com dois na goleada por 6 a 1 sobre o Olimpia, do Paraguai, o centroavante se consolidou na disputa pelo comando de ataque, e superou o início de sua trajetória pelo Colorado.

Ainda que tenha sobrado em gols no ano passado, Galhardo fez apenas três nos primeiros 10 jogos que teve na equipe então comandada por Eduardo Coudet. Hoje o cenário é outro e a soma empolga. São sete no mesmo número de partidas, agora sob comando de Miguel Ángel Ramírez.

Os números atuais colocam o jogador com 0,7 de média por jogo. Acima do total da temporada anterior, quando marcou 23 gols em 54 compromissos, resultando em média de 0,4.

"Os jogadores são conscientes da importância da diferença de gols numa fase de grupos. Não precisamos trabalhar lado psicológico por isso. Temos que somar o maior número de gols para, em caso de empate, classificar na frente. Se somos líderes, é porque fazemos muitos gols", disse o técnico Miguel Ángel Ramírez.

Os feitos de Galhardo contra o Olimpia foram importantes. Primeiro foi oportunista ao aproveitar o rebote de um chute de Marcos Guilherme. Depois entrou cara a cara com o goleiro e abusou da qualidade técnica ao dar uma cavadinha e encobrir o rival.

O cenário muda a marca deixada da temporada anterior. Entre lesões e uma queda de rendimento, Galhardo terminou na reserva e por pouco não foi negociado.

Enquanto isso, a concorrência segue firme. Ao mesmo tempo que marcou mais dois, viu Yuri Alberto, que entrou no segundo tempo, também marcar. O concorrente pelo posto mais próximo do gol rival tem cinco gols em 13 partidas e segue nas pegadas do colega pelo lugar mais alto entre os goleadores.

A concorrência forte é premissa de Ramírez. Para ele, enquanto o reserva estiver bem, forçará o titular a jogar ainda melhor. O setor ofensivo do Inter comprova tal tese. Nos dois últimos jogos pela Libertadores foram 10 gols marcados.

Internacional