PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2021

Inter goleia Olimpia por 6 a 1 em exibição de gala e embala na Libertadores

Cuesta comemora o primeiro gol na vitória expressiva do Inter sobre o Olimpia - PABLO NUNES /AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Cuesta comemora o primeiro gol na vitória expressiva do Inter sobre o Olimpia Imagem: PABLO NUNES /AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

05/05/2021 22h50

Classificação e Jogos

O Inter estrelou mais uma goleada pela Libertadores. Depois de fazer quatro no Deportivo Táchira, dessa vez a vítima foi Olimpia-PAR. Hoje (5), com dois gols de Galhardo, um de Cuesta, outro de Edenilson, de Yuri Alberto e um golaço de bicicleta de Caio Vidal, o placar foi 6 a 1, pela terceira rodada do grupo B, no Beira-Rio.

O placar, numa exibição de gala, faz o colorado se isolar na liderança da chave, com seis pontos. O Olimpia, com três, tem a mesma pontuação de Always Ready-BOL e Deportivo Táchira-VEN, que jogam amanhã.

O Inter se prepara, agora, para a semifinal do Gauchão. No sábado (8) terá o Juventude pela frente, em casa. Como perdeu o jogo de ida por 1 a 0, o Colorado precisa vencer por dois ou mais de vantagem para avançar sem pênaltis. Pela Libertadores, o próximo rival será o Deportivo Táchira, terça-feira (11), na Venezuela.

Foi bem: Rodinei dá mais uma assistência

Rodinei voltou a mostrar qualidade na bola parada. Em cobrança de escanteio, repetiu o que aconteceu contra o Deportivo Táchira e colocou na cabeça de Cuesta, que abriu o marcador. Foi a sétima assistência dele na temporada —é líder do Colorado no quesito. Lembrando que o lateral só tem mais 25 dias de contrato de empréstimo com o clube. Seus direitos pertencem ao Flamengo.

Galhardo faz dois gols e consolida artilharia

Thiago Galhardo consolidou a artilharia do time na temporada, com sete gols em dez jogos. Contra o Olimpia, um deles foi muita categoria, encobrindo o goleiro rival. Ele também fez outro como matador na grande área, aproveitando rebote. Numa disputa que parecia embolada ao início do calendário, o centroavante se firma cada vez mais na equipe.

Taison estreia como capitão do Inter

Em seu primeiro jogo no retorno ao Inter, Taison já foi capitão. Mesmo com Rodrigo Dourado em campo, o camisa 10 levou a braçadeira pela liderança, por tudo que simboliza ao clube. E não decepcionou. Em campo, multiplicou chances de gol, se movimentou com eficiência e foi "dono" da equipe. Participou diretamente de vários lances, inclusive de gol.

Saravia volta após quase oito meses

No segundo tempo, Renzo Saravia entrou. Depois de quase oito meses afastado por uma lesão no joelho direito, o lateral argentino retomou atividades em um jogo oficial.

O jogo do Inter: Mudança tática com a entrada de Taison

Miguel Ángel Ramírez alterou o sistema de marcação do Inter com a entrada de Taison. Com o atleta de 33 anos atuando no meio-campo, o treinador espanhol optou por se defender com duas linhas de quatro, deixando Taison e Galhardo fazendo a pressão à defesa rival. Uma vez com a bola, o Colorado adotou o 4-3-3 conhecido, com Taison e Edenilson no centro, Marcos Guilherme na direita e Mauricio aberto pela esquerda. As diferentes facetas do estreante auxiliaram tanto na criação quanto na retomada no campo ofensivo, e a atuação foi segura. Sobraram chances e gols em mais uma goleada.

O jogo do Olimpia: Retranca dá certo... Até vazar

O Olimpia posicionou sua equipe no 4-1-4-1 disposta a se defender. Não foram poucos os momentos em que todos os 11 atletas comandados por Orteman estiveram no campo defensivo. Tudo para proteger uma defesa lenta e que prefere o contato físico, às vezes abusando das faltas, formada por Alcaraz e Polenta. Mas depois de sofrer o primeiro gol, a equipe paraguaia pouco reagiu e seguiu sendo vazada. Com a bola, o Olimpia tinha em Recalde sua principal, e talvez única, arma. Mas pecou com uma transição muito lenta.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 6 X 1 OLIMPIA

Data: 05/05/2021 (Quarta-feira)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Facundo Tello
Auxiliares: Gabriel Chade e Ezequiel Brailovsky
Cartões amarelos: Polenta, Silva, Derlis González (OLI);
Gols: Victor Cuesta, do Inter, aos 30 minutos do primeiro tempo; Edenilson, do Inter, aos seis minutos do segundo tempo; Thiago Galhardo, do Inter, aos 18 minutos e aos 26 minutos do segundo tempo; Yuri Alberto, do Inter, aos 33 minutos do segundo tempo; Caio Vidal, do Inter, aos 35 minutos do segundo tempo; Derlis Gonzalez, do Olimpia, aos 39 minutos do segundo tempo;

Inter
Marcelo Lomba; Rodinei (Saravia), Zé Gabriel, Cuesta e Moisés; Dourado, Edenilson (Nonato) e Mauricio (Praxedes); Taison (Caio Vidal), Marcos Guilherme e Galhardo (Yuri Alberto).
Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Olimpia
Olveira; Benítez (Otálvaro), Alcaraz, Polenta (, Iván Torres; Sosa (Derlis González), Ortiz e Ojeda; Recalde, Rojas (Santa Cruz) e Silva (Camacho).
Técnico: Sergio Orteman.