PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Crespo faz coro a Abel e se queixa de calendário: "estou muito preocupado"

O técnico Hernán Crespo orienta o São Paulo em partida contra o Racing, na Argentina - Marcelo Endelli/Getty Images
O técnico Hernán Crespo orienta o São Paulo em partida contra o Racing, na Argentina Imagem: Marcelo Endelli/Getty Images

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

05/05/2021 22h09Atualizada em 06/05/2021 00h04

Classificação e Jogos

O técnico Hernán Crespo fez coro a Abel Ferreira, seu rival no Palmeiras, e queixou-se da maratona de jogos enfrentada pelo São Paulo em 2021. O argentino pediu à Federação Paulista de Futebol (FPF) e à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que revejam o calendário dos clubes nacionais, lembrando que sua equipe disputou dez jogos desde o dia 11 de abril.

"Estou muito preocupado com o calendário, realmente muito. Nós devemos jogar Libertadores, quartas de final em menos de 48 horas e representamos a Federação Paulista, a Confederação Brasileira. Eles têm que pensar o calendário, seria realmente importante que a federação começasse a pensar em seus representantes, um dos representantes paulistas na Copa Libertadores", afirmou o treinador são-paulino em entrevista após o empate por 0 a 0 com o Racing (ARG), pela terceira rodada do Grupo E da Libertadores.

A sequência à qual Crespo se refere é a dos dias 12 e 14 de maio, com duelos com Rentistas-URU e pelas quartas do Paulistão marcados, respectivamente. Isso depois de o treinador ter visto dois jogadores fundamentais do time deixarem o campo acusando dores na Argentina: o ala direita Daniel Alves e o atacante Luciano, que terão de ser monitorados.

Crespo ainda se queixa da falta de tempo para treinar entre os jogos. A equipe tem tido pouco intervalo em meio à maratona de partidas na atual temporada. Contra o Racing, viu o São Paulo ter dificuldade para organizar sua saída de bola diante de uma marcação pressionada, com os argentinos correndo em outra rotação.

"Gostaria de ter tempo para treinar essa situação, mas a realidade é que não temos tempo e que o Racing fez uma ótima partida, um ótimo jogo. Nós não tivemos um jogo muito preciso. É normal, quando você tem a possibilidade de jogar com grandes times, times de alto rendimento, é normal que você tenha dificuldades. Creio que devemos melhorar e vamos juntos", comentou.

"Podemos jogar tranquilamente [contra times que usam o esquema com três zagueiros], mas precisamos de trabalho, o que não temos. Como não temos, vamos continuar jogando e aprendendo durante o jogo", acrescentou.

Agora Abel Ferreira, o técnico do Palmeiras, não está mais sozinho nessa luta. Desde o final da temporada, o português usou suas coletivas para sugerir um calendário mais racional para os times brasileiros. Diante da grande repercussão de suas declarações e da falta de amparo, o português chegou a se irritar e evitar o assunto. Após a vitória sobre o Defensa y Justicia, na terça (4), também pela Libertadores, ele voltou à carga.

"Temos 24 horas para preparar cada jogo. Já falamos o que significa o Paulista. Muita gente fala da nossa organização, mas não organizamos a pandemia, não temos culpa de fazer dois jogos a cada três dias. Temos que priorizar as competições. No Paulista vamos fazer o que for possível", afirmou.

"Há jogadores que atuaram [contra o Defensa] que não podem jogar [o clássico de hoje] Temos jogadores lesionados como fruto do calendário. Vamos dar nosso melhor com todos os recursos. Se contra o Santos tivermos que ir com o sub-17, vamos com o sub-17. Ou com o sub-20. Vamos dar o nosso melhor no Paulista. Foi isso o que nós prometemos".

Confira, abaixo, outros trechos da entrevista coletiva de Crespo após o empate do São Paulo:

Atuação do Racing (ARG)

"Eu acho que o rival foi muito difícil, muito complicado, mas acredito que o time jogou no limite e no impossível. Faltou precisão, mas o time lutou. Quando você vem ao estádio assim, contra um rival assim, você tem que lutar, e o São Paulo lutou".

São Paulo tem muito a melhorar

"Muitos, muitos devem melhorar. Estamos no começo da temporada, fazemos muitos jogos, calendário é importante. Teremos muito mais para melhorar".

Calendário do futebol brasileiro

"Seria muito interessante que a Federação Paulista e a Confederação Brasileira pensassem em uma boa solução para as equipes que representam a nação e o futebol paulista".

São Paulo confia em bons resultados

"Acredito que temos um grande elenco, um elenco que merece fazer isso que está fazendo no momento. Em três jogos, é o primeiro do grupo. Estamos fazendo um esforço físico importante. Nós continuamos a crer que o São Paulo pode fazer uma grande Copa Libertadores".

Atuação da arbitragem

"Não gosto de falar de arbitragem".

Desafios da Libertadores

"É difícil, mas quando o time deve lutar, o time luta. Isso é Copa Libertadores. Em uma noite difícil e precisa, o time tem que lutar. O time lutou".

São Paulo