PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cuca vibra com goleada sobre o Cerro e projeta Atlético-MG mais confiante

Cuca completou 15 partida pelo Atlético-MG na Libertadores; com isso, se aproxima de Levir Culpi, que tem 17 - VIVIANE MOREIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Cuca completou 15 partida pelo Atlético-MG na Libertadores; com isso, se aproxima de Levir Culpi, que tem 17 Imagem: VIVIANE MOREIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Henrique André

Do UOL, em Belo Horizonte

04/05/2021 22h28

Oficialmente de volta à Libertadores no comando do Atlético-MG, algo que não fazia desde 2013, quando foi campeão do torneio pelo Alvinegro, o técnico Cuca viu o time desfilar em campo na noite desta terça-feira (4). A goleada por 4 a 0 sobre o Cerro Porteño, do Paraguai, colocou o time na liderança isolada do Grupo H. Cabe lembrar que, suspenso, o técnico não pôde assinar a súmula nos dois primeiros jogos da fase de grupos.

Agora com 15 partidas pelo Galo na competição mais importante da América do Sul, Cuca está a duas de se igualar ao também curitibano Levir Culpi. Feliz com a reestreia, ele não se esquivou ao ser perguntado se o duelo contra os paraguaios foi o melhor desde que retornou ao time mineiro.

"Sim, foi. Foi um jogo bem jogado. Já contra o América também foi bem jogado, mas tomamos um gol, que acabou, no final do jogo, pondo em risco o resultado, mas também tinha sido bem jogado. Eu acho que eles [jogadores] vão evoluindo à medida que vão tendo um conhecimento maior entre eles, à medida que os resultados vão acontecendo, eles vão pegando mais confiança. O ser humano é assim, movido a confiança. As coisas começam a surgir mais naturalmente. A gente tem muito a evoluir, muito a crescer ainda. Quando você ganha, não quer dizer que está tudo certo e não precisa mais evoluir em nada. A gente tem muita coisa a corrigir e tentar crescer ainda como equipe, num todo", disse Cuca em entrevista coletiva concedida após o confronto.

Outra pergunta feia ao técnico atleticano foi em relação à dupla Savarino e Hulk. Bem entrosados, ambos foram protagonistas contra o Cerro. Com isso, será que ganharam a titularidade?

"Sim. Eles têm aproveitado bem. O gol do Savarino foi uma prova disso. As roubadas de bola e os arranques do Hulk também têm melhorado e evoluído muito. A gente está muito contente com eles. Com os que entraram, o Vargas entrou pouco, teve uma chance, depois fez o gol. No último jogo, o Hyoran jogou muito bem, fez gol, hoje não coloquei. Tinha Marrony também pra colocar, preferi dar um pouco mais de tempo pro Tardelli, jogar um pouco mais o Sasha, que são jogadores importantes que a gente tem. Esse ano é um ano atípico, e você vai usar elenco. Quanto mais você fizer essa rodagem, é melhor para eles irem pegando jogo também", respondeu Cuca.

Futebol