PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Miranda admite atuação ruim do SPFC no clássico e pede 'cabeça no lugar'

Otero encara Miranda no clássico entre Corinthians e São Paulo, pelo Paulistão - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Otero encara Miranda no clássico entre Corinthians e São Paulo, pelo Paulistão Imagem: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

03/05/2021 20h37

Classificação e Jogos

Após oito vitórias seguidas sob comando de Hernán Crespo, o São Paulo empatou com o Corinthians ontem (3) por 2 a 2 na Neo Química Arena. Autor do primeiro gol tricolor, Miranda admitiu atuação abaixo do esperado do time, mas pediu "cabeça no lugar" e foco no jogo de quarta-feira pela Libertadores.

"Tem que ter a cabeça no lugar, não fizemos um bom jogo e quando não se faz um bom jogo o importante é não perder, e isso que aconteceu. Confiança continua alta para a gente na Libertadores buscar a vitória lá (Argentina) e já encaminhar a nossa classificação", contou o zagueiro em vídeo de bastidores da SPFCTv.

"Para mim foi um momento importante, um clássico. Uma pena que o time não saiu com a vitória, mas o importante foi a entrega, o time não desistiu, foi até o final e conseguiu esse empate. Mas com certeza a gente sai triste pelo empate, saio feliz pelo gol, mas a gente veio aqui buscar a vitória e infelizmente não aconteceu, mas ainda vão ter muitos jogos pela frente e vamos conseguir vencer", seguiu o defensor.

No 1º tempo, o zagueiro abriu o placar de cabeça e anotou o seu primeiro gol no retorno ao Brasil. "Foi uma jogada treinada, treinamos muito essa manhã (ontem) e fui feliz na conclusão. Sei que os torcedores ficam na expectativa, graças a Deus nesse retorno consegui fazer esse gol e coroar esse torcedor porque ele merece, merece vitórias, títulos e é isso que a gente vai em busca", concluiu.

Outro jogador que voltou a marcar foi Luciano, de pênalti, no último minuto, para garantir o empate. "Tenho total confiança de todo mundo, todos têm a confiança para pegar a bola e bater, ali tive a oportunidade de voltar a marcar. Tem que agradecer a Deus e meus familiares que estão sempre comigo, meus companheiros de clube. E graças a Deus saiu gol, agora se Deus quiser vai sair mais pelo resto da temporada. Infelizmente não saímos com a vitória, mas o importante foi não perder também", contou o atacante.

"Contra time argentino é sempre difícil, sempre catimba mais, tem uns esbarrões a mais, mas a gente vai lá para ganhar também", completou o camisa 11, antecipando o jogo na Argentina.

Na quarta-feira (5), o São Paulo visita o Racing, em Avellaneda, pela 3ª rodada da fase de grupos da Libertadores. Os brasileiros lideram o grupo E com seis pontos, dois a mais que os argentinos, que ainda não perderam no torneio. A bola rola às 19h (Brasília).

São Paulo