PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Inter nega problemas, cita multa rescisória e quer ouvir Guerrero

Atacante ainda não se pronunciou sobre situação contratual - ALVARO BUENO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Atacante ainda não se pronunciou sobre situação contratual Imagem: ALVARO BUENO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

03/05/2021 04h00

A situação de Paolo Guerrero movimentou o fim de semana do Internacional. A escalada de tensão aconteceu após o empresário do jogador, Vinicius Prates, afirmar que pediu a rescisão contratual do centroavante. A diretoria colorada diz que não recebeu o requerimento e que o jogador ainda não foi ouvido. Nos bastidores, a cúpula se apoia na multa rescisória do acordo com o peruano para se garantir.

De acordo com apuração do UOL Esporte, o contrato de Guerrero com o Inter prevê multa de 2,5 milhões de dólares (quase R$ 14 milhões, na cotação atual) em caso de rescisão.

As conversas em relação à situação de Guerreiro começaram no sábado (1), quando o empresário do jogador afirmou que pediu a rescisão contratual do centroavante com o clube. Ontem (2), soltou nota afirmando que "o jogador está insatisfeito com as recentes declarações públicas que os dirigentes do clube vêm fazendo constantemente sobre a situação contratual do atleta". O peruano, de fato, não se pronunciou sobre a situação.

Em entrevista à Rádio Grenal, João Patrício Hermann, vice de futebol do Inter, afirmou que o clube conta muito com o jogador e lamentou que a situação contratual do jogador seja tratada de maneira pública, afirmando ser uma situação "constrangedora". O diretor disse que "apenas leu" a nota divulgada pelo empresário do atleta.

Treinador do Colorado, Miguel Ángel Ramirez reforçou que o atleta faz parte dos planos para a sequência da temporada.

O Inter tem treino marcado às 10h de hoje (3), e a diretoria deve conversar com o jogador para entender o que o peruano deseja. De acordo com Hermann, espera-se que o atacante volte a treinar com o grupo principal a partir da semana que vem.

Paolo Guerrero tem contrato com o clube gaúcho até dezembro. Sendo assim, pode firmar pré-contrato em junho e deixar o Internacional de graça. No momento, o atacante se recupera de uma tendinite no joelho direito, o mesmo que operou para reconstrução de ligamento no ano passado.

O peruano chegou ao Inter depois da última Copa do Mundo. Suspenso por doping na ocasião, estreou apenas em 2019. Desde então, acumula 61 jogos e 31 gols com a camisa colorada.

Internacional