PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Com futuro incerto, Guerrero não dá indícios de descontentamento no Inter

Paolo Guerrero marcou um gol nesta temporada pelo Inter - Ricardo Duarte/Inter
Paolo Guerrero marcou um gol nesta temporada pelo Inter Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

03/05/2021 17h00

Paolo Guerrero esteve no CT Parque Gigante na manhã de hoje (3). Mas não foi para tratar da rescisão de contrato que solicitou ao Inter, e sim para dar sequência ao tratamento de uma tendinite no joelho direito.

O peruano sentiu a lesão após retomar atividades depois de passar sete meses afastado dos gramados em razão de um rompimento de ligamentos no joelho direito, ocorrido em 2020. O quadro é considerado normal no processo de retorno pelo departamento médico do clube.

Hoje, Guerrero esteve normalmente no Centro de Treinamentos do clube, cumprindo o protocolo de regresso.

Segundo apurou o UOL Esporte, o peruano jamais demonstrou descontentamento nos bastidores. Tanto que o pedido público de rescisão pegou a todos de surpresa. O comando do clube segue afirmando que não foi sequer procurado com pedido oficial de rompimento.

O agente do atleta, por sua vez, diz que já pediu a rescisão e que entende que o atleta foi desrespeitado. O estafe se manifestou, inclusive, em nota oficia. O Inter garante que Guerrero nunca tratou deste tema particularmente.

"Não fomos procurados sobre qualquer pedido de rescisão do Guerrero. Caso venha a acontecer, trataremos do assunto da forma mais adequada e buscando fazer o melhor para o clube. A relação entre clube e atleta sempre foi a mais correta e cordial e esperamos manter assim", disse o vice de futebol João Patrício Herrmann.

Segundo apurou o UOL Esporte, a solicitação é motivada, também, pela incerteza sobre o futuro. Guerrero tem vínculo se encerrando no fim do ano e não foi procurado sobre renovação. O Colorado, por sua vez, não abre mão de ser ressarcido num eventual fim abrupto de relação.

Paolo Guerrero tem 37 anos e foi contratado pelo Inter em 2018. Sua estreia ocorreu apenas em 2019 em razão da punição por doping, temporada na qual foi artilheiro do time com 20 gols em 41 jogos. No ano passado, ele havia marcado 10 gols em 15 partidas quando se lesionou. Neste ano foram cinco jogos e um gol.

Internacional