PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ceará é destaque em imprensa internacional por sequência invicta

Mendonza, do Ceará, escapa da marcação de Patrick de Lucca, do Bahia, pela final da Copa do Nordeste em Salvador - CLEBER SANDES/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Mendonza, do Ceará, escapa da marcação de Patrick de Lucca, do Bahia, pela final da Copa do Nordeste em Salvador Imagem: CLEBER SANDES/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Bruno Fernandes e Josué Seixas

Colaboração para o UOL, em Maceió

02/05/2021 09h47

Classificação e Jogos

A sequência de 23 jogos sem perder na Copa do Nordeste fez o Ceará ganhar notoriedade na imprensa internacional na noite de ontem (1º). Com a vitória por 1 a 0 sobre o Bahia, válida pela primeira partida da final da competição, o Vozão alcançou a marca de 596 minutos sem levar gols, justo contra o outro único representante nordestino na Copa Sul-Americana.

Após o triunfo diante do Bahia, jornais espanhóis passaram a tratar o "Abuelo" como grande potencial de evolução e revelação da Copa Sul-Americana. "O time nordestino, da cidade de Fortaleza, vive uma sequência espetacular de resultados e de jogos e o elenco está disposto a fazer de 2021 um ano histórico", escreveu o jornal 'Diário As' em uma matéria especial publicada após a vitória contra o Bahia.

A publicação da Espanha citou também a temporada do Vozão na Série B do Campeonato Brasileiro e seu retorno à Série A, além da boa fase de alguns dos principais jogadores do elenco.

"Entre as figuras da equipe, Vinicius Goes, mais conhecido como Vina, se destaca acima de tudo. No passado, no Brasileirão surpreendeu ao marcar 13 gols e neste início de temporada vem fazendo atuações fantásticas. Ele joga como meio-campista, mas sua habilidade de gol o torna letal nos metros finais".

Principal responsável pelo novo estilo de jogo mais ofensivo e pela sequência invicta no Nordestão, o técnico Guto Ferreira, também foi ressaltado pelo diário ao afirmar que o treinador está longe de ser um dos treinadores mais conceituados do Brasil, mas pode se orgulhar de ter conquistado títulos consecutivos desde 2016".

"Com a Chapecoense chegou ao estado de Santa Catarina, depois com o Bahia venceu na Liga Nordeste e no torneio Baiano, com o Sport Recife em 2019 elevou o estado de Pernambuco e já no ano passado venceu novamente a Liga Nordeste", lembrou.

No próximo sábado (8), tanto Ceará quanto Bahia voltam a campo na Arena Castelão pelo segundo jogo da final, também às 16h. Antes disso, o Vozão viaja para enfrentar o Bolívar, na Bolívia, pela Sul-Americana, na quarta-feira (5). Pela mesma competição, o Bahia recebe o Independiente, no Pituaçu, na terça-feira (4). Os jogos estão marcados para as 19h15.

Futebol