PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Empresário diz que pediu rescisão de Guerrero com Inter; clube nega

Paolo Guerrero tem contrato com o Inter até dezembro e, segundo empresário, se sentiu desrespeitado - Ricardo Duarte/Inter
Paolo Guerrero tem contrato com o Inter até dezembro e, segundo empresário, se sentiu desrespeitado Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

01/05/2021 21h25

Vinicius Prates, empresário de Paolo Guerrero, afirmou hoje (1) que pediu a rescisão de contrato com o Internacional. Ao UOL Esporte, o agente citou recentes entrevistas da diretoria colorada para declarar que o centroavante peruano se sentiu desrespeitado. A cúpula do clube gaúcho ainda não procurou o jogador para renovar contrato, que termina em dezembro. Os dirigentes negam ter recebido a solicitação de rescisão contratual.

Aos 37 anos, Guerrero se recupera de tendinite no joelho direito, o mesmo que passou por cirurgia de reconstrução de ligamento no ano passado.

A informação, do pedido de rescisão, foi divulgada pelo jornalista Vagner Martins, no YouTube. O estafe de Guerrero confirmou ao UOL Esporte o desejo de rescindir o vínculo.

"Me coloquei à disposição do Inter para rescindir o contrato. Se estão na dúvida sobre renovar com ele, podemos rescindir agora", disse Vinicius Prates. "Houve falta de respeito em várias entrevistas", adicionou o empresário de Paolo Guerrero.

O Internacional nega que tenha havido conversa com o empresário, ou até mesmo com Guerrero, sobre rescisão contratual. O clube também afirma não ter sido notificado por qualquer outro meio sobre o desejo do peruano ou do agente.

Paolo Guerrero tem vínculo com o Inter até dezembro deste ano. Ou seja, a partir de junho pode assinar pré-contrato com outras equipes. Clubes do Brasil, o Boca Juniors e pelo menos dois times da China sondaram a situação do centroavante.

Inter e Guerrero se acertaram após saída do jogador do Flamengo, logo depois da Copa do Mundo da Rússia. Grande reforço colorado para disputa do Brasileirão, ele não conseguiu liberação do gancho por doping e só estreou no Beira-Rio em 2019. De lá para cá, o peruano acumula 61 jogos e 31 gols marcados na passagem por Porto Alegre.

Futebol