PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Miranda exalta braçadeira de capitão e mira clássico contra Corinthians

Miranda, de volta à Libertadores, em ação pelo São Paulo contra o Rentistas - Marcello Zambrana/AGIF
Miranda, de volta à Libertadores, em ação pelo São Paulo contra o Rentistas Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

30/04/2021 21h49

A vitória do São Paulo sobre o Rentistas por 2 a 0 ontem (29) marcou um fato especial: a volta de Miranda ao Morumbi para jogar Libertadores, agora como capitão.

"Liderar essa garotada para mim é uma honra, (usar a) braçadeira que já vestiu o Rogério Ceni por tanto tempo, poder representar o São Paulo, a torcida, espero poder continuar assim, servindo e fazendo o melhor pelo clube", comentou o zagueiro no vídeo dos bastidores publicado pela SPFCtv.

Foi o oitavo triunfo consecutivo da equipe de Hernán Crespo, que agora foca no clássico contra o Corinthians, domingo (2) fora de casa, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista.

"O próximo (jogo) é muito importante, um clássico, envolve muita coisa, então a gente precisa estar com pés no chão, cabeça no lugar e ir lá para vencer", disse Miranda.

Desde a inauguração da Neo Química Arena em 2014, o São Paulo ainda não conseguiu derrotar o Alvinegro no estádio. São 13 jogos, com dez vitórias dos mandantes e três empates.

"Acredito que (a sequência de) oito vitórias vai te dando confiança, mas óbvio que os adversários vão estudando cada vez mais a nossa equipe", analisou Pablo. "Temos que continuar trabalhando, é difícil manter uma sequência dessa, temos que cuidar muito bem dela", completou Liziero.

Corinthians e São Paulo entram em campo domingo às 22h15 (Brasília). O Alvinegro lidera o grupo A com 21 pontos, enquanto o Tricolor soma 25 na liderança do grupo B.

São Paulo