PUBLICIDADE
Topo

Grêmio

Ferreira preenche vaga de Pepê e mantém "linha de produção" do Grêmio

Ferreira comemora gol do Grêmio e mantém tradição de formação de atacantes do time - Lucas Uebel/Grêmio
Ferreira comemora gol do Grêmio e mantém tradição de formação de atacantes do time Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

30/04/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Grêmio tem uma tradição: formar atacantes de lado de campo. Não é difícil lembrar de nomes que brilharam com a camisa gremista e renderam também retorno financeiro ao clube recentemente. Pedro Rocha, Everton e Pepê foram vendidos depois de atingirem o sucesso na Arena. E Ferreira é o próximo da "linha de produção".

O último ainda nem foi embora. Pepê se apresenta ao Porto apenas em julho, mas já pouco participa dos jogos do Tricolor. Vez por outra está entre os relacionados, ou entregue ao departamento médico, numa relação cujo fim está definido e cada vez mais próximo.

A lacuna no time, entretanto, está preenchida. Ferreira tem mostrado em campo que não há razões para lamentar a saída de seu antecessor. Nesta temporada, ele é o vice-artilheiro do time, com cinco gols, o último marcado contra o Lanús, que garantiu a vitória por 2 a 1, ontem (29).

E ainda é o líder em assistências da equipe, também com cinco passes que terminaram em gols de companheiros. O último, após arrancada em velocidade, drible e percepção da penetração de Léo Pereira pelo lado oposto. Cruzamento e gol também, contra os argentinos.

"O Grêmio, nos últimos anos, sempre tem projetos muito interessantes. Consegue mesclar juventude e experiência no time, e ter sucesso esportivo, que é ainda mais difícil. Desde 2016 conquistamos títulos e vendemos jogadores. O clube é vencedor em campo e saudável financeiramente", disse Pedro Geromel.

"E o segredo para isso é a formação de jovens. Hoje o Léo Pereira e o Ferreira fizeram os gols. Temos o Brenno muito sólido no gol, o Ruan e o Rodrigues na zaga, o Vanderson na lateral. São jogadores de muita qualidade surgindo, e ficamos felizes em ajudar para que eles se tornem grandes jogadores do cenário mundial", completou.

Ele não é o único: Léo Pereira, Gui Azevedo, Léo Chú, todos são postulantes para ocupar novas vagas abertas com possíveis vendas que surjam no caminho do Grêmio, mantendo o fluxo de formação e a tranquilidade nos cofres.

Ferreira tem 23 anos e já disputou 60 jogos pelo time principal do Grêmio, com 10 gols marcados.

O Tricolor volta a campo no domingo para encarar o Caxias. O jogo das 19h (de Brasília), abre a disputa por vaga na final do Gauchão.

Grêmio