PUBLICIDADE
Topo

Copa Sul-Americana - 2021

Com "nova cara", Grêmio vence o Lanús e pula na frente na Sul-Americana

Léo Pereira comemora gol do Grêmio contra o Lanús pela Sul-Americana - Agustin Marcarian - Pool/Getty Images
Léo Pereira comemora gol do Grêmio contra o Lanús pela Sul-Americana Imagem: Agustin Marcarian - Pool/Getty Images

Do UOL, em Porto Alegre

29/04/2021 23h22

Classificação e Jogos

O Grêmio mudou e venceu. No segundo jogo de Tiago Nunes, a equipe já mostrou alguns traços do trabalho do treinador, e conquistou a vitória por 2 a 1 sobre o Lanús, no estádio La Fortaleza, pela segunda rodada do grupo H da Sul-Americana. Os gols brasileiros foram marcados por Léo Pereira e Ferreira. Belmonte fez o gol argentino.

Com seis pontos, o Tricolor pula para a liderança na chave. O Lanús tem três, mesma pontuação do La Equidad. O Aragua é lanterna com zero.

A principal mudança proposta por Tiago Nunes ficou evidente nos gols. A construção mais rápida transformou o modelo de jogo gremista de uma equipe que preferia trocar passes pacientemente procurando espaços em um time que avança em velocidade, usa o contra-ataque, e finaliza rápido. Hoje, deu certo.

Pela Sul-Americana, o próximo compromisso do Grêmio será na quinta-feira (6), contra o Aragua, da Venezuela, na Arena. Antes, o Tricolor começa a disputar uma vaga na final do Gauchão com o Caxias, às 19h (de Brasília), fora de casa. Já o Lanús tem no calendário compromisso com o Boca Juniors, pelo Argentino.

Foi bem: Ferreira é arma pela esquerda e faz gol

Ferreira construiu a jogada do primeiro gol do Grêmio. Acionado em contra-ataque, mostrou velocidade e habilidade para se livrar de um marcador, e ainda acertou a conclusão do lance com cruzamento perfeito para conclusão de Léo Pereira. No fim do jogo, fez o gol da vitória

Foi mal: Sand joga pouco

O centroavante do Lanús mostrou muito pouco. Experiente, Sand foi acionado algumas vezes mas claramente já não possui a mesma energia dos demais.

Pedro Geromel volta após três meses

Pedro Geromel voltou a jogar pelo Grêmio. Lesionado desde o fim de janeiro, o zagueiro não foi muito exigido no confronto com Lanús. Teve pela frente o centroavante Sand, de 40 anos, e bateu o rival na maioria dos duelos pessoais mostrando o já conhecido senso de posicionamento.

O jogo do Lanús: pouca inspiração e chances raras

O Lanús não teve muita inspiração. Jogando em casa, a equipe de Zubeldía se limitou a usar a velocidade de seus jogadores de lado, principalmente De La Vega, que joga pela direita. Sand, com 40 anos, foi inoperante no comando de taque. Pouco acionado, perdeu a maioria dos duelos para Ruan e Geromel. Defensivamente, o time argentino mostrou muito empenho, mas foi batido num contra-ataque, originado em uma falha técnica sua, algo que aconteceu várias vezes ao longo do jogo. No segundo tempo, o time tratou de pressionar e conseguiu marcar mais "na vontade" do que com organização ou técnica.

O jogo do Grêmio: Time de Tiago Nunes é mais rápido e eficiente

Um "novo Grêmio" esteve em campo no estádio La Fortaleza. A equipe agora treinada por Tiago Nunes — que fez seu segundo jogo no reservado azul, branco e preto — já mostrou características diferentes da época em quem obedecia à regência de Renato Gaúcho. Ao invés de conservar a posse e procurar, lentamente, buracos na defesa adversária, o Grêmio agora procura concluir seus lances em velocidade e aposta na transição rápida. Foi assim que construiu o gol de Léo Pereira, em contra-ataque após arrancada de Ferreira. Por este caminho criou suas melhores chances no jogo, mas sofreu defensivamente no segundo tempo, vencendo apenas com gol no fim da partida, de Ferreira.

LANÚS 1 X 2 GRÊMIO
Data
: 29/04/2021 (Quinta-feira)
Local: estádio La Fortaleza, em Lanús (ARG).
Árbitro: Piero Maza
Auxiliares: Claudio Urrutia e Juan Serrano
Cartões amarelos: Thiago Santos, Léo Pereira (GRE); Pérez, Burdisso, Zubeldía [técnico], Aude (LAN)
Gols: Léo Pereira, do Grêmio, aos 33 minutos do primeiro tempo; Belmonte, do Lanús, aos 24 minutos do segundo tempo; Ferreira, do Grêmio, aos 41 minutos do segundo tempo;

Lanús
Morales; Gómez (Aguirre), Burdisso, Taller, Aude (Alexis Pérez); Belmonte, Esquivel (Orsini) e Pérez (Guignón); De La Vega, Sand e Bernabéi.
Técnico: Luis Zubeldía.

Grêmio
Brenno; Rafinha, Pedro Geromel, Ruan e Bruno Cortez; Thiago Santos, Matheus Henrique (Lucas Silva), Léo Pereira (Luiz Fernando), Jean Pyerre (Maicon) e Ferreira; Diego Souza (Churín).
Técnico: Tiago Nunes.