PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Conselho do Cruzeiro aprova contas de 2020 com déficit de R$ 226,5 milhões

Mesa Diretora do Conselho Deliberativo do Cruzeiro presidiu reunião virtual para aprovar balanço do ano passado - Divulgação/Cruzeiro
Mesa Diretora do Conselho Deliberativo do Cruzeiro presidiu reunião virtual para aprovar balanço do ano passado Imagem: Divulgação/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

29/04/2021 20h12

O Conselho Deliberativo do Cruzeiro aprovou, na noite de hoje (29), o balanço financeiro do exercício de 2020. A reunião ordinária dos conselheiros aconteceu de forma virtual por causa dos impedimentos ocasionados pela pandemia da covid-19 e segundo informações teve adesão de poucos membros do legislativo azul. Como o UOL Esporte já havia publicado, o déficit cruzeirense no ano passado foi de R$ 226,5 milhões, o segundo pior da história do clube, só ficando atrás do de 2019, quando a Raposa foi rebaixada à Segunda Divisão (R$ 394 milhões).

A dívida global do Cruzeiro é de R$ 897 milhões e nos três primeiros trimestres de 2020 esse valor chegou a ultrapassar R$ 1 bilhão. No entanto, o montante diminuiu, entre outros fatores, pelo acordo que o departamento jurídico cruzeirense conseguiu com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN).

Nesta quinta-feira o conselheiro Luiz Carlos Rodrigues, oposição no clube e membro do Grupo Independente, publicou um manifesto contra a aprovação das contas do clube.

"Utilizam de manobras (pedaladas) para diminuir o exorbitante déficit de R$ 180 milhões (na verdade, R$ 226 milhões). E não levam a sério o risco de insolvência. Falta a eles, realidade. Gastou-se duas vezes mais do que o arrecadado. E gastou-se mal. R$ 250 milhões com o futebol e temos um time Série B", diz parte do documento que circulou nas redes sociais.

A Mesa Diretora do Conselho Deliberativo que conduziu os trabalhos teve o presidente Nagib Geraldo Simões, o vice-presidente Maurício Marques da Silva, e Marcus Edmundo Lambertucci e Evandro de Carvalho Vassali, respectivamente, primeiro e segundo secretários. Também esteve presente o vice-presidente do Cruzeiro, Lidson Potsch Magalhães, e de maneira remota participou o presidente Sérgio Santos Rodrigues.

Também participaram da reunião o diretor financeiro do Cruzeiro, Matheus Rocha, e os auditores da Moore Brasil, Ruy Gomes da Silva Filho e Marcelo Modesto Costa. A auditoria independente Moore aprovou a prestação de contas do Cruzeiro sem ressalvas.

Cruzeiro