PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Torcidas colombianas fazem trégua em brigas por conta da covid-19? Entenda

Atacante colombiano Gustavo Torres, do Atlético Nacional - Agustin Marcarian/Getty Images
Atacante colombiano Gustavo Torres, do Atlético Nacional Imagem: Agustin Marcarian/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/04/2021 13h18

Está circulando nas redes sociais uma postagem que indica que as torcidas organizadas de Deportivo Pereira e Atlético Nacional, da Colômbia, fecharam acordo para não realizar confrontos com facas por um mês. Essa medida teria sido tomada para deixar os leitos de UTI apenas para pessoas que contraíram o novo coronavírus.

A notícia foi veiculada pela página de Facebook 'Risaralda En Vivo'. O perfil se classifica como um "site de notícias e mídias do estado colombiano de Risaralda".

Os perfis oficiais de ambos os clubes não se manifestaram sobre a postagem da página local. As torcidas organizadas dos clubes também não fizeram nenhuma alusão ao fato em seus perfis.

O Deportivo Pereira foi fundado em 1944. O clube está na 14ª colocação da primeira divisão do Campeonato Colombiano. Enquanto o Atlético Nacional, que foi inaugurado em 1947, está na terceira posição da tabela da competição. Além disso, o Nacional de Medellín está no grupo F da Copa Libertadores.

A cidade de Pereira está com 100% de ocupação das UTIs, segundo o 'Risaralda En Vivo'. A Colômbia já soma 70 mil mortes pela covid-19 e tem mais de 2,7 milhões de casos em todo o país, de acordo com o Our World In Data.

Futebol