PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Superliga previa um vínculo de 3 anos dos clubes fundadores, diz jornal

Florentino Pérez, presidente do Real Madrid - AFP PHOTO / JAVIER SORIANO
Florentino Pérez, presidente do Real Madrid Imagem: AFP PHOTO / JAVIER SORIANO

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/04/2021 14h17

Segundo informações do jornal britânico Daily Mail, os 12 clubes fundadores da Superliga haviam firmado um acordo de vínculo de três anos. Além disso, o contrato da competição previa 23 temporadas de duração.

Dessa forma, nenhuma equipe poderia quebrar o contrato antes dos três primeiros anos do campeonato. O veículo inglês questiona se, dada a rapidez com que o projeto entrou em colapso, a referida cláusula dará direito aos times que não abriram mão do projeto de receber alguma indenização daqueles que o abandonaram oficialmente.

Ainda de acordo com o Daily Mail, cada um dos clubes que lançaram a iniciativa adquiriu ações no valor de 8 milhões de libras (R$ 60,8 milhões, na cotação de hoje). E não é possível saber se essa quantia será devolvida.

Esse dinheiro investido serviria, em parte, para criar a infraestrutura da competição, negociar com as emissoras e patrocinadores, e para pagar as taxas necessárias.

Futebol