PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Victor Luís diz que Palmeiras é "tudo na vida" e elogia Abel por chance

O jogador Victor Luis durante treinamento, na Academia de Futebol - Cesar Greco
O jogador Victor Luis durante treinamento, na Academia de Futebol Imagem: Cesar Greco

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/04/2021 12h19

Classificação e Jogos

O lateral esquerdo Victor Luís, do Palmeiras, se declarou ao clube alviverde. Formado na base palmeirense, o jogador disse que, em seus 17 anos como atleta da equipe, aprendeu, além de fundamentos de futebol, lições que leva para a vida.

"O Palmeiras é tudo na minha vida. Hoje é o que me mantém, minha felicidade, da minha família. Minha história aqui tem momentos ruins, excelentes, títulos, tristeza por perder títulos. A superação aqui sempre me marcou. É uma alegria enorme estar todo esse tempo - dezessete anos - aqui. Fui formado não só como jogador, mas também como homem", declarou em entrevista à TV Palmeiras, no YouTube.

Victor Luís também citou com carinho o Botafogo, clube pelo qual acumula duas passagens. O jogador celebrou que tenha retornado ao Palmeiras e elogiou o técnico Abel Ferreira por lhe dar chances de jogar.

"Também tenho carinho pelo Botafogo, que me abriu as portas, me deu a chance de jogar. E fico feliz de voltar e ser aproveitado. O Abel Ferreira olha para todos da mesma maneira, trata com igualdade de condições. Isso me deixa com cabeça tranquila para desempenhar, sabendo que ele vai escolher quem estiver melhor", continuou.

Estreia na Libertadores

O Palmeiras estreia hoje na Copa Libertadores da América, contra o Universitario (PER), em Lima, às 21h (de Brasília). O lateral esquerdo palmeirense descreveu a sensação de jogar a Libertadores como surreal e ponderou que manter o título é uma tarefa ainda mais difícil que conquistá-lo da primeira vez.

"É surreal [jogar a Libertadores]. Hoje, estou no maior clube do Brasil. qualquer um queria esta oportunidade. É inexplicável, sabemos a obsessão do clube e da torcida por essa competição. Por sermos os últimos campeões, é mais difícil ainda manter o retrospecto, manter a taça em casa. É um campeonato muito difícil, mas vamos lutar com unhas e dentes para manter a taça em casa", completou.

Palmeiras