PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Fla vai votar mudança no estatuto que visa afastar dirigentes em eleições

Marcos Braz, vice de Futebol do Flamengo - Alexandre Vidal / Flamengo
Marcos Braz, vice de Futebol do Flamengo Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo

Alexandre Araújo e Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

21/04/2021 14h31

O Conselho Deliberativo do Flamengo colocará em votação a proposta de emenda de alteração do estatuto que visa impedir que associados se mantenham ligados a qualquer poder do clube enquanto forem candidatos a cargos públicos eletivos.

Presidente do Deliberativo, Antonio Alcides divulgou, hoje (21), o prazo de 20 dias para a apresentação de contestações ou complementos, que deverão se restringir à pauta, de autoria do conselheiro Walter de Oliveira Monteiro e outros.

O debate sobre o assunto ganhou novos capítulos no Rubro-Negro após Marcos Braz, vice-presidente de futebol, ser eleito vereador no Rio de Janeiro, no ano passado. O caso, inclusive, chegou ao Conselho de Administração do Fla, mas foi arquivado.

Em novembro, pouco após o pleito municipal, José Carlos Pereira, o Peruano, protocolou um pedido de investigação por ter avaliado que Braz utilizou o clube na campanha — ele foi eleito com 40.938 votos, sendo o sexto mais votado.

À época, no documento, Peruano ressaltou o uso das cores do Fla e dizeres que faziam menção ao clube, como "No Rio não tem outro igual". Ele ainda apontou o uso de funcionários do Rubro-Negro, que teriam pedido "voto para ele nas dependências" da Gávea.

Flamengo