PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Derrota na estreia cria primeira encruzilhada para o Inter de Ramírez

Miguel Ángel Ramírez, técnico do Internacional, já encara necessidade de vitória no próximo jogo da Libertadores - Fernando Alves/AGIF
Miguel Ángel Ramírez, técnico do Internacional, já encara necessidade de vitória no próximo jogo da Libertadores Imagem: Fernando Alves/AGIF

Do UOL, em Porto Alegre

21/04/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Internacional perdeu na estreia na Copa Libertadores. Ontem (20), o Colorado levou 2 a 0 do Always Ready, na Bolívia. O confronto já era considerado complicado por causa da altitude — 3.600 metros acima do nível do mar —, mas sair de La Paz sem ponto algum cria a primeira encruzilhada para o time de Miguel Ángel Ramírez.

A derrota e o calendário explicam. Depois do primeiro compromisso, o Colorado vai para dois jogos como mandante no Grupo B da competição de clubes mais importante do continente. Hoje é lanterna na chave.

Precisará, portanto, somar seis pontos, vencendo ambas, para ir para o returno em condição favorável. A última trinca de jogos aponta viagens ao Paraguai e à Venezuela. Em casa, só o jogo com o Always Ready. Ou seja, é necessário se aproximar da vaga agora.

Enquanto isso, o time gaúcho passa a conviver com uma realidade eliminatória no Estadual. A fase classificatória do Gauchão acaba neste fim de semana e o Colorado já está classificado. Em seguida, serão confrontos de mata-mata que também geram necessidade de resultado para seguir sonhando com a reconquista da taça regional que não é erguida desde 2016.

"Queríamos ganhar e nos colocar com três pontos no grupo. O resultado era importante. Agora temos jogos em casa e temos que somar seis pontos para nos equilibrar e poder competir nos jogos que restam em posição alta, para se classificar no grupo", disse Miguel Ángel Ramírez.

A queda para o Always Ready foi a segunda derrota sob comando do espanhol. Antes, o treinador só havia sofrido revés conta o Grêmio no clássico Gre-Nal. Nos últimos cinco compromissos são duas vitórias, um empate e duas derrotas.

O jogo contra o Esportivo pelo Estadual deve servir para rotação no grupo. A desgastante viagem para a Bolívia e a necessidade de preparação extrema para encarar o Deportivo Táchira, na próxima terça (27), praticamente confirmam uma equipe bem longe do ideal em campo no Beira-Rio.

Internacional