PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2021

Atlético-MG estreia na Libertadores com meta por 1º lugar imposta por Cuca

Cuca, vice-campeão da competição em 2020, tentará o bicampeonato com o Galo - Pedro Souza/Atlético-MG
Cuca, vice-campeão da competição em 2020, tentará o bicampeonato com o Galo Imagem: Pedro Souza/Atlético-MG

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

21/04/2021 04h00

Classificação e Jogos

Depois de ficar fora da edição 2020 do maior torneio interclubes do continente, o Atlético-MG está de volta à Copa Libertadores. Segundo clube brasileiro com mais participações na competição desde 2012 — sete vezes, atrás apenas do Grêmio, com oito —, o Galo estreia hoje (21) contra o Deportivo La Guaira, às 19h (de Brasília), no estádio Olímpico, em Caracas, capital da Venezuela.

Os venezuelanos fizeram apenas um jogo na temporada, e isso dificultou o estudo do rival por parte do departamento de futebol do Galo. No único compromisso até aqui, o La Guaira empatou sem gols com o Aragua FC, pela primeira rodada do Grupo B do torneio local. Entretanto, o técnico Cuca afirma que isso não dve ser um problema para uma equipe cuja missão é terminar na liderança do Grupo H.

"Eles [Deportivo La Guaira] têm um jogo só [neste ano], e foi dentro desse jogo é que analisamos o time deles, a forma como eles jogam, tiramos informações do Savarino, que jogou lá. Nosso grupo é complicado, mas temos confiança no nosso trabalho, no desenvolvimento e no entendimento do que é a Libertadores para buscarmos esse primeiro lugar", frisou Cuca.

O treinador alvinegro projeta jogos difíceis na chave do Atlético-MG e fez uma análise dos outros adversários, o Cerro Porteño (PAR) e o América de Cali (COL).

"O Cerro é uma equipe que joga praticamente todo ano. É um calor enorme, jogamos lá contra o Olimpia no ano passado [o treinador dirigiu o Santos na ocasião], muito quente e temos que nos adaptar a isso também. O América de Cali é como aqueles times colombianos que cuidam da parte tática, mas que são irreverentes e temos que tomar cuidado, em casa e fora", ponderou.

Campeão da Libertadores com o Atlético-MG em 2013 e vice no ano passado pelo Santos, Cuca sabe que a competição é muito dinâmica e pode ser traiçoeira se não houver atenção.

"É jogo a jogo. A Libertadores é muito mais rápida que o Campeonato Brasileiro, você joga em um grupo de quatro times, com três mata-matas você está na final da Libertadores. É muito rápido, ano passado pegamos Boca e Grêmio e passamos, fomos à final e não fomos campeões por causa de uma bola no minuto 53 [contra o Palmeiras], um cruzamento, gol de cabeça...São coisas do futebol. Chegamos a uma grande final, é uma competição que você tem que tirar tudo de dentro da alma e vamos fazer isso", projetou.

Cuca, expulso na final da Libertadores de 2020, não comandará o Galo do banco de reservas, pois terá que cumprir dois jogos de suspensão. No entanto, o treinador poderá estar no estádio, mas sem permissão de frequentar a área de jogo.

FICHA TÉCNICA:

DEPORTIVO LA GUAIRA x ATLÉTICO-MG

Motivo: 1ª rodada do Grupo H da Copa Libertadores
Data e Horário: 21 de abril de 2021, às 19h (de Brasília)
Local: Estádio Centenário, em Caracas (Venezuela)
Árbitro: Facundo Raúl Tello Figueroa (ARG)
Assistentes: Ezequiel Brasilovsky e Pablo González (ambos ARG)

DEP. LA GUAIRA: Mario Santilli; Jon Aramburu, Francisco La Mantia, Henry Pernía e Yohan Cumana; Arles Flores, Carlos Cermeño e Ángelo Peña; Darwin González, Aquiles Ocanto e Charlis Ortíz. Técnico: Daniel Farías

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Igor Rabello (Réver), Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Tchê Tchê e Nacho Fernández; Savarino (Hulk), Keno e Eduardo Vargas. Técnico: Cuca