PUBLICIDADE
Topo

Santos

Marinho defende Holan em derrota do Santos: "Não fizemos o que ele pediu"

Marinho pelo Santos na derrota por 2 a 0 para Barcelona de Guayaquil - Ivan Storti
Marinho pelo Santos na derrota por 2 a 0 para Barcelona de Guayaquil Imagem: Ivan Storti

Gabriela Brino

Colaboração para UOL, em Santos

20/04/2021 21h40

Classificação e Jogos

Após a derrota do Santos por 2 a 0 para o Barcelona de Guayaquil-EQU, nesta noite, na Vila Belmiro, pelo primeiro jogo da fase de Grupos da Copa Libertadores da América, Marinho lamentou o desempenho da equipe e afirmou que o time não atendeu aos pedidos do técnico Ariel Holan.

O atacante procurou isentar o treinador na jornada e chamou parte da responsabilidade."A gente sabe que somos fortes aqui. Estamos em um grupo qualificado, enfrentamos uma equipe bem montada. Fomos muito abaixo dentro do que o professor pediu, não fizemos o que ele pediu. Normalmente a culpa vai para ele, mas nós deixamos sair da nossa mão o que ele pediu, não trabalhamos isso", afirmou.

"É difícil correr quando tá perdendo. Agora não dá para lamentar muito, vamos ter um jogo fora de casa contra o Boca Juniors. Precisamos somar, não fizemos o dever de casa, agora temos que trabalhar, corrigir os erros e fazer o que professor pedir", completou

Marinho também ressaltou a sequência pesada de jogos que o Peixe vem tendo por conta da paralisação do Campeonato Paulista, com vários jogos adiados, diminuindo o intervalo entre suas partidas e as da Libertadores. Ele mostrou incômodo com a falta de tempo para treinar.

"A gente não tem muito tempo para trabalhar não, é jogo atrás de jogo. O professor não tem muito tempo para botar o time para treinar. Temos que jogar, e é isso. Estamos vestindo a camisa do Santos, temos que dar um pouco mais, dentro de casa não pode deixar passar", acrescentou.

O próximo jogo do Santos pela Libertadores, será na terça-feira (27), às 21h30, contra o Boca Juniors, em La Bombonera. Antes, porém, o Santos enfrentará o Novorizontino na sexta-feira (23), pelo Paulista.

Santos