PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Fundadores vão se reunir para debater se manterão a Superliga, diz rádio

Troféu Uefa Champions League Liga dos Campeões - Divulgação
Troféu Uefa Champions League Liga dos Campeões Imagem: Divulgação

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/04/2021 16h14

Os clubes fundadores da Superliga vão realizar uma reunião na noite de hoje para definir se manterão o torneio. A informação foi divulgada pela rádio espanhola Cadena SER instantes após a BBC anunciar que Chelsea e Manchester City iriam abandonar o torneio.

Ainda de acordo com a rádio, a reunião foi convocada após a desistência dos clubes ingleses e por conta da enorme repercussão negativa envolvendo o torneio.

Inicialmente, a intenção era que a nova competição batesse de frente com a Liga dos Campeões. O seu formato teria 20 times, sendo 15 fixos. Eles seriam divididos em dois grupos com dez em cada. O formato inicial seria na temática 'todos contra todos', com partidas de ida e volta e um total de 18 jogos.

Os jogos seriam disputados durante a semana, assim, os participantes poderiam seguir normalmente com suas ligas nacionais.

Do 1º ao 3º de cada grupo, eles iriam direto para as quartas de final, e as 2 vagas restantes dessa rodada seriam disputadas em um playoff por aqueles que terminassem em 4º e 5º em cada grupo. As quartas e semifinais teriam jogos de ida e volta e a final aconteceria no formato de 'jogo único'.

Saída do Chelsea e Manchester City

Na tarde de hoje, informações da BBC adiantaram que o Chelsea e o Manchester City estariam preparando as documentações necessárias para se desligar do projeto.

De acordo com a BBC, a decisão por parte do Chelsea foi tomada por Roman Abramovich, proprietário do clube. Com medo de danos à reputação, o bilionário russo agiu em conjunto com a diretoria do time de Londres e se baseou na reação negativa sobre a Superliga.

Ao que tudo indica, Roman teve medo da integração ao torneio por conta da negação por parte dos torcedores e como isso poderia refletir no clube. A publicação ainda destaca que a decisão já estava tomada antes mesmo dos protestos que aconteceram hoje em Stamford Bridge.

O que é a Superliga?

O futebol europeu está em alta nos holofotes das mídias desde o último domingo. 12 dos mais tradicionais clubes da Europa anunciaram a criação da Superliga. O torneio surge com a intenção de substituir a Liga dos Campeões e travou uma guerra contra a Uefa e outras autoridades do esporte.

Administrada por Real Madrid, Barcelona, Atlético de Madri, Milan, Juventus, Inter de Milão, Chelsea, Tottenham, Arsenal, Manchester United, Manchester City e Liverpool, a novidade pode alterar toda a estrutura vigente no futebol mundial.

Esporte