PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dupla rival em Dérbis forma parceria para levar o Atibaia ao Paulistão

Luan e Cristian em ação pelo Atibaia na Série A2 do Paulista - Gustavo Muniz/ Sport Club Atibaia
Luan e Cristian em ação pelo Atibaia na Série A2 do Paulista Imagem: Gustavo Muniz/ Sport Club Atibaia

Gabriela Chabatura

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/04/2021 12h00

Acostumados a rivalizar nos clássicos entre Corinthians e Palmeiras, Cristian e Luan se reencontraram nas andanças do futebol. Agora do mesmo lado, defendendo a camisa do Atibaia, a dupla experiente forma a parceria em campo para levar o time o interior de São Paulo à elite do Campeonato Paulista. Hoje (20), contra a Portuguesa Santista, às 20h (de Brasília), eles têm a chance de se tornarem protagonistas, como foram na estreia na Série A2, e garantir a segunda vitória da equipe na competição.

Pela primeira rodada da A2, Cristian e Luan entraram no segundo tempo e construíram a jogada que sacramentou a vitória por 1 a 0 contra o Monte Azul, no estádio Décio Vitta. O gol saiu aos 43 minutos da etapa final. Plano tramado ainda no banco de reservas entre eles e executado, perfeitamente, com as bolas nos pés.

Da linha intermediária, Cristian olhou para a grande área e lançou a bola para Luan. Sozinho, o atacante dominou no peito e tocou, sem dificuldades, na saída do goleiro do Monte Azul.

"Jogar com o Cristian é um pouco fácil, porque ele é bem tranquilo fora de campo, um cara simples mesmo. E eu também procuro seguir essa linha. Neste jogo específico, nós conversamos no banco que estava faltando essa puxada, encontrar a bola, e ele achou. Acabou dando certo. Ele me viu sozinho dentro da área, e conclui para o gol. Fiquei muito feliz, porque o jogo estava se encaminhando para o empate", falou Luan em entrevista ao UOL Esporte.

Cristian endossa a tal sintonia com o ex-palmeirense:

"O nosso reencontro foi bacana, foi diferente porque só jogávamos contra. Quando ele [Luan] chegou, tivemos uma sintonia muito legal, porque ele é um jogador muito inteligente, fácil de jogar e só no olhar conseguimos nos entender."

Além da qualidade e experiência em comum, Luan e Cristian atravessam momentos semelhantes na carreira, onde a aposentaria ainda não está nos planos. Eles tentam retomar a visibilidade dos tempos de Dérbis.

"O Atibaia estava com um projeto ambicioso do presidente para montar um time para subir e isso acabou me instigando para ter um novo desafio. E, por isso, escolhi o Atibaia. Tem muita coisa para acontecer ainda. Estou focado em fazer um bom campeonato", comentou o volante de 37 anos, que tem títulos de expressão no currículo, como o Brasileirão de 2015 (Corinthians) e a Libertadores de 2017 (Grêmio).

"Quando eu fui para o Oeste, acabei não jogando muito por opção do treinador. Acabei sumindo do mercado e havia muito questionamento sobre o que eu poderia render. Mas eu estou muito bem, tenho consciência da importância do treinamento. Dois anos atrás, eu ainda tinha muita oportunidade no mercado, e sigo tendo condição de jogar a primeira difícil. Tenho certeza que isso vai acontecer no Atibaia", disse Luan, atualmente com 32 anos.

Colecionadores de momentos marcantes no futebol, esses figurões agora rodam o interior em busca do acesso. Hoje, sai nova tabelinha da dupla?

Futebol