PUBLICIDADE
Topo

Santos

Com dois de João Veras, Ponte Preta domina Santos e vence por 3 a 0

Colaboração para UOL, em Santos

16/04/2021 21h50

Classificação e Jogos

A Ponte Preta venceu o Santos por 3 a 0 nesta noite (16), no Moisés Lucarelli em Campinas, pela quinta rodada atrasada do Campeonato Paulista. João Veras marcou duas vezes e Moisés fez o terceiro.

Na primeira etapa, a Macaca dominou completamente o Peixe, que mal conseguiu passar do meio-campo, construindo o placar da vitória em 45 minutos. Ariel Holan fez mais testes no time visitante e viu um desempenho nada assertivo, com uma defesa totalmente fragilizada.

Com o triunfo, a Ponte subiu para sete pontos, ocupando o terceiro lugar no Grupo B, a três pontos da segunda colocada Ferroviária. Já o Santos está na segunda posição do Grupo D, com seis pontos em seis jogos, correndo riscos. O Mirassol lidera com oito pontos em cinco jogos, enquanto o Guarani vem em terceiro, com cinco pontos em seis rodadas.

Macaca na frente

Nem deu tempo de o relógio completar 10 minutos, e a Ponte Preta já havia aberto o placar no Moisés Lucarelli contra o Santos. Em bote errado de Kaiky e falha de marcação de Vinicius Balieiro seguida por um erro de John, a bola sobrou limpa para João Veras.

A partir daí, o Peixe foi completamente dominado pela Macaca, com uma defesa frágil, um meio-campo desorganizado e um time desentrosado.

Na sequência

A Ponte teve extrema facilidade para chegar ao ataque. O lado direito do Santos, que simplesmente não funcionou, foi o principal meio de chegada da Macaca. John melhorou após a falha e fez duas defesas seguras. Mas, em mais uma chegada perigosa da Ponte, Luan Peres furou e Copete não recompôs. Veras voltou a aproveitar a oportunidade e balançou a rede. Um minuto depois foi o suficiente para o time da casa marcar de novo. Na sequência, Moisés marcou em mais uma falha da zaga.

Respiro

No intervalo, Ariel Holan mudou todo o lado direito. Pará, Lucas Lourenço e Marinho entraram. Balieiro, que errou praticamente tudo, Ivonei, por não buscar o jogo, e Ângelo, saíram. As trocas surtiram efeito e fizeram com que o Peixe conseguisse respirar. O time passou a sofrer menos e a oferecer mais riscos, mas não o suficiente para diminuir o placar. Lucas Lourenço e Marinho, na bola parada, foram os que chegaram mais perto de ampliar, mas Ygor Vinhas fez bonitas defesas.

Administrou

Com as mudanças de Holan, o técnico Fábio Moreno optou por apenas administrar o resultado. A Ponte ainda assim esteve melhor que o Peixe, mas não correu riscos.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 3 X 0 SANTOS

Local/Hora: Moisés Lucarelli, às 20h (de Brasília)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Rafael Tadeu Alves de Souza

VAR: José Claudio Rocha Filho

Cartões amarelos: Vinicius Balieiro, Marcos Leonardo e Kevin Malthus (SAN) - Yuri (PON)

GOLS: João Veras (1-0), João Veras (2-0), Moisés (3-0)

SANTOS: John; Vinicius Balieiro (Pará), Kaiky, Luan Peres e Copete; Kevin Malthus (Jean Mota), Ivonei (Lucas Lourenço) e Pirani; Ângelo (Marinho), Kaio Jorge (Marcos Leonardo) e Lucas Braga. Técnico: Ariel Holan.

PONTE PRETA: Ygor Vinhas, Apodi, Luizão, Ruan Renato e Yuri; Dawhan (Leo Naldi) e Barreto; Niltinho (Pedrinho), Camilo (Renato Mota) e Moisés; João Veras (Paulo Sérgio). Técnico: Fábio Moreno.

Santos