PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Chamusca admite Botafogo abaixo do esperado: 'A eliminação é horrível'

Marcelo Chamusca, técnico do Botafogo - Vitor Silva/Botafogo
Marcelo Chamusca, técnico do Botafogo Imagem: Vitor Silva/Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

15/04/2021 02h19

O técnico Marcelo Chamusca avaliou a eliminação do Botafogo na segunda fase da Copa do Brasil, após perder nos pênaltis para o ABC, como "horrível" e "péssima". O comandante alvinegro admitiu que a equipe não teve uma boa atuação no Frasqueirão, ressaltando que o time "demorou a entrar no jogo".

O ABC abriu o placar ainda no primeiro tempo, com Maycon Douglas. O empate do Glorioso aconteceu apenas no último minuto da partida, levando a decisão da vaga para a marca da cal. Nas penalidades, o time potiguar triunfou por 4 a 1.

"A eliminação é horrível para todos nós, péssima em todos os sentidos: profissional, financeiro... Estamos chateados, decepcionados. A preocupação é que entramos no jogo com uma rotação muito baixa, tomamos um gol logo no início. Depois, até melhorou, passamos a jogar mais no campo do adversário. Mas o que apresentamos foi muito pouco. No segundo tempo, fizemos alterações e tentamos melhorar, mas só conseguimos empatar no último minuto. O aprendizado é que não dá para entrar em um jogo como esse, decisivo, jogo único, e demorar a entrar no jogo. Isso acarretou na eliminação", disse.

Chamusca salientou que a questão financeira que a Copa do Brasil oferece era importante para o Botafogo, que atravessa uma crise nos cofres, mas apontou que diretoria, comissão técnica e elenco têm de "continuar no processo de construção":

"O resultado no jogo de hoje era primordial por vários aspectos, inclusive, por essa nossa condição de tabela no Campeonato Carioca. Apostávamos em um jogo bom e o avanço na competição. Sabíamos da importância da competição pela questão financeira. Então, estamos muito decepcionados. Agora, é recuperar os jogadores porque tem jogo no sábado de novo. Vamos continuar no processo de construção, que não é fácil. Temos um desgaste muito grande, mas esse é o trabalho do treinador".

Botafogo