PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Colunistas: Neymar merece elogio pelo jogo ou crítica pelos gols perdidos?

Neymar durante jogo contra o Bayern de Munique pela Champions League - FRANCK FIFE / AFP
Neymar durante jogo contra o Bayern de Munique pela Champions League Imagem: FRANCK FIFE / AFP

Do UOL, em Santos (SP)

14/04/2021 12h04

Resumo da notícia

  • Colunistas dizem se Neymar merece elogios pela atuação ou críticas pelos gols perdidos
  • André Rocha: "É possível fazer os dois e incluir a crítica pela declaração idiota"
  • "Se o gol que perdeu fizesse falta, seria cobrado", alerta Andrei Kampff
  • Danilo Lavieri: "Não ganhou o prêmio de melhor em campo da Uefa à toa"
  • Julio Gomes: "Gol perdido é fato irrelevante dentro de atuação brilhante"
Classificação e Jogos

Neymar foi um dos principais nomes do PSG na classificação contra o Bayern de Munique. No jogo de ida, na semana passada, o brasileiro deu duas assistências para gol na vitória por 3 a 2 na Alemanha. Na tarde de ontem, em Paris, o craque infernizou a defesa adversário na derrota por 1 a 0 que acabou colocando o Paris Saint-Germain na semifinal da Liga dos Campeões.

Bastante acionado no Parque dos Príncipes, Neymar teve grande atuação e só não brilhou mais por conta dos tentos desperdiçados - parou três vezes na trave e em Manuel Neuer. Mas será que ele merece elogios pela atuação ou críticas pelos gols perdidos? Os colunistas do UOL Esporte responderam, sendo que alguns deles ainda condenaram a frase machista dita pelo jogador após a partida. Confira:

É possível fazer os dois e ainda incluir a crítica pela declaração idiota e machista depois do jogo. Até para fugirmos do binarismo das redes sociais. Não há só neymarzetes com foto dele com moicano, nem haters malvados. Ele jogou muito bem, saindo da pressão do Bayern e castigando a defesa adversária. Mas perdeu um gol, em contragolpe recebendo de Mbappé, que poderia ter sido fatal. Também por isso o PSG sofreu até o final. Um craque como ele não pode desperdiçar, mesmo contra um monstro como Manuel Neuer.
ANDRÉ ROCHA

Se o gol que perdeu fizesse falta, seria cobrado. Com a classificação, recebe elogios. O futebol e Neymar combinam até nisso. Pra mim, ele tem que ser elogiado pelo terror que colocou na defesa do Bayern, fugindo da pressão com a rara técnica que tem. Mas deve ser criticado pela declaração pós jogo, um desserviço pelo exemplo que é. Neymar é contradição permanente, como o futebol.
ANDREI KAMPFF

Há motivos para criticar Neymar nos últimos dias por questões extracampo. Dentro dele, ele foi protagonista das quartas. Duas assistências em três gols do PSG na ida e uma atuação de destaque na volta, com dribles, chutes e passes para os companheiros. Não ganhou o prêmio de melhor em campo da Uefa à toa.
DANILO LAVIERI

Só elogios. Com Neuer pela frente não se perdem gols, mas, no máximo, perdem-se duelos. E as traves estavam em noite muito parcial como juízes a favor do goleiraço.
JUCA KFOURI

Acho que elogios, com alguma ressalva. Ontem Neymar fez um grande jogo, foi fundamental para o sistema do PSG dar certo. Foi o desafogo, ajudou a saída de bola e na armação dos contra- ataques. Das bolas na trave, apenas a última eu considero um gol perdido. E poderia ter sido decisivo, se o Bayern consegue, no fim, fazer um gol e tirar o PSG. Mas deu tudo certo e, sendo assim, o gol perdido é apenas um fato irrelevante dentro de uma atuação brilhante.
JULIO GOMES

Elogios. As chances que desperdiçou só foram perdidas porque ele criou as jogadas.
MAURO CEZAR

Merece elogios, sem dúvida. Jogou futebol em alto nível, o que é fácil para ele.
MENON

Em campo, merece muitos elogios. Chamou a responsabilidade, correu demais, driblou e fez jogadas lindas. Mas não podemos mais aceitar que declarações machistas sejam dadas sem que façamos a crítica. Mulheres não são objetos e não existem para serem conquistadas ou seduzidas. A função de uma mulher não é satisfazer sexualmente um homem e toda vez que somos reduzidas à dimensão de coisa perdemos um pouco de vida. Somos sujeitos plenos e devemos ser tratadas como tal. Muitos dirão: que exagero. E nessa hora a gente precisa lembrar que exagero é uma mulher ser morta a cada nove horas no Brasil apenas por ser mulher. Exagero também é o fato de que, por ano, 66 mil mulheres são estupradas nesse país, número que, estima-se, representa apenas 10% do total porque a maioria das vítimas tem medo e vergonha de denunciar o estuprador. Palavras importam e machismo mata.
MILLY LACOMBE

Nenhuma crítica. Deu muito azar nas bolas que acertaram a trave. Merecia ter guardado pelo menos um gol. No mais, incomodou a zaga do Bayern durante o duelo todo e foi fundamental para que o PSG conseguisse segurar algumas bolas no ataque, evitando assim uma "blitz" ainda maior do time alemão no Parque dos Príncipes.
MILTON NEVES

Neymar realmente perdeu um gol. Nas outras oportunidades, deu azar (a bola no travessão) ou o mérito de Neuer foi maior que sua falha. Por isso, a atuação merece mais elogios que críticas, mesmo que o papel que desempenhou não tenha sido decisivo para o placar da partida.
RAFAEL REIS

Elogios, sem dúvida. Além das três bolas nas traves, infernizou a defesa do Bayern sempre que pegou na bola. Jogou muito.
RENATO MAURÍCIO PRADO

Neymar teve uma boa atuação, perdeu um gol claro, mas criou outras três grandes chances de gol. Foi participativo, não foi omisso e na soma dos dois jogos contra o Bayern foi um dos responsáveis pela classificação do time à semifinal diante do melhor time da Europa ao lado de Mbappé. Não é pouco.
RODOLFO RODRIGUES

Elogios. Foi um dos melhores do duelo, criou uma série de jogadas e levou azar em algumas finalizações. Em apenas um dos lances poderia ter finalizado melhor. O saldo da atuação é extremamente positivo. Já a declaração após o jogo, infelizmente não surpreende. Mostrou de novo não ter a menor noção do tamanho que poderia ter.
RODRIGO COUTINHO

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol