PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Sport completa oito dias sem técnico; confira os nomes cogitados

Vanderlei Luxemburgo enquanto comandava o Vasco da Gama - Thiago Ribeiro/AGIF
Vanderlei Luxemburgo enquanto comandava o Vasco da Gama Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Bruno Fernandes e Josué Seixas

Colaboração para o UOL, em Maceió

13/04/2021 12h41

O Sport Clube do Recife completou nesta terça-feira (13) oito dias sem um técnico e sem previsão para anunciar um novo. Após a saída de Jair Ventura, no dia 5 deste mês, depois de uma série de resultados negativos à frente do clube, como a eliminação precoce na Copa do Brasil e na Copa do Nordeste, ainda não está claro para o torcedor quem aceitará a responsabilidade.

O primeiro nome na lista de substitutos era o de Dorival Júnior, que voltaria a comandar o Sport após 15 anos da sua primeira passagem pelo clube. O último trabalho de Dorival Júnior foi no Athletico Paranaense. Ele deixou o clube em agosto de 2020, após quatro derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro. O presidente Milton Bivar chegou a anunciar que já havia fechado o contrato com o técnico, que negou

Segundo apuração feita pelo UOL Esporte, alguns foram os motivos para o negócio não ir para frente. Em primeiro lugar pesou a situação financeira do Sport, que pagou neste ano duas multas impostas pela Fifa e pela CBF. Além disso, o clube estava na expectativa sobre a reeleição de Milton Bivar, que ainda estava pendente e só foi confirmada na última sexta-feira. Pelo lado de Dorival, pesaram problemas (que não foram revelados) relacionados à saúde da esposa Valéria, que vive em Florianópolis.

Busca por outros nomes

O Sport acertou a contratação do gerente de futebol Nei Pandolfo, que já foi auxiliar de Vanderlei Luxemburgo e deixou o Santa Cruz no último domingo. A chegada do profissional faz parte das mudanças implementadas pela diretoria após a reeleição de Bivar.

Com a chegada de Pandolfo, iniciou-se uma negociação com novos nomes, inclusive o de Luxemburgo. Também aparecem na lista de interesses: Abel Braga, Felipão e Tiago Nunes, que agradam a cúpula de futebol leonina. Além do novo comandante, Nei Pandolfo deve ajudar na contratação de, pelo menos, mais três jogadores até o início da Série A. Atento ao mercado, o Sport busca um goleiro, um lateral-direito e um segundo volante.

Seja quem for, o novo técnico terá que assumir o comando de um time que já foi eliminado da Copa do Brasil e do Nordeste, e está em terceiro lugar no estadual, para o qual mira os seus esforços até o Campeonato Brasileiro. No ano passado, o Sport utou para não ser rebaixado para a Segunda Divisão do Campeonato Pernambucano e passou pela mesma situação na Série A.

Enquanto o anúncio do novo treinador não é feito, o comando da equipe está, de forma interina, nas mãos de César Lucena, auxiliar efetivo do Leão.

O Sport promoveu ainda dirigente Tiago de Petribú, que foi diretor das categorias de base na última temporada, para o cargo de vice-presidente do setor.

Futebol