PUBLICIDADE
Topo

Santos

Após falhar na Libertadores, Wellington Tim ganha sobrevida com Holan

Wellington Tim pelo Santos - Ivan Storti
Wellington Tim pelo Santos Imagem: Ivan Storti

Gabriela Brino

Colaboração para UOL, em Santos

12/04/2021 04h00

Wellington Tim não deixou boas lembranças ao torcedor do Santos após a falha na final da Libertadores, na derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, no final de janeiro. O defensor entrou na etapa final e errou na marcação em cima de Rony, que teve espaço para cruzar para Breno Lopes marcar. Apesar de não ter atingido as expectativas de Cuca na época, hoje o defensor ganha sobrevida no time de Ariel Holan, que perdeu Sabino nos últimos dias, vendido.

Tim passou a ser a terceira opção para o lado esquerdo da zaga. À frente estão Luan Peres, titular absoluto, e Alex, que jogou no último sábado (10), no empate em 0 a 0 com o Botafogo-SP. Sabino teve seus direitos negociados ao Sport pela atual diretoria e era, na época, a terceira opção de Holan.

Wellington Tim tem contrato como Peixe até o fim do ano. Ele foi emprestado pelo Criciúma. Devido à sua pouca utilização, o Santos cogitou emprestá-lo. Cuca, então técnico da equipe, passou a observá-lo e deu mais oportunidades ao zagueiro na reta final da temporada passada.

O defensor de 19 anos, inclusive, foi inscrito na última semana na lista A do Campeonato Paulista, junto com o promissor Derick. O treinador argentino, mesmo já tendo um time titular moldado, ainda quer fazer uma espécie de laboratório no Paulistão. Vale lembrar que a diretoria pretende enxugar a folha salarial e esses testes poderão levar a liberações de alguns meninos.

Santos