PUBLICIDADE
Topo

Grêmio

Grêmio sai de semana sem treinos para agenda com jogos a cada 48h

O Grêmio de Diego Souza (foto) encara dura sequência de jogos em Libertadores e Gauchão - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
O Grêmio de Diego Souza (foto) encara dura sequência de jogos em Libertadores e Gauchão Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

11/04/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Grêmio se prepara para encarar uma mudança brusca em sua rotina. Depois de não conseguir praticamente treinar na última semana, o Tricolor terá três jogos num espaço de cinco dias entre Gauchão e Libertadores pela frente.

A semana passada foi difícil. Ainda que tenha jogado apenas uma vez, o Tricolor praticamente não conseguiu treinar.

Depois do Gre-Nal de sábado (3), o elenco gremista treinou na manhã de domingo, e segunda-feira partiu para o Equador. Por lá, foi impedido de treinar em razão das imposições de controle da pandemia de novo coronavírus.

Com o adiamento do jogo contra o Independiente del Valle, que seria quarta-feira e passou para sexta, e deixou o Equador remarcado para o Paraguai, a delegação gremista conseguiu realizar apenas uma atividade, na véspera do duelo, já em solo paraguaio.

Em meio a isso, conviveu com os casos de covid-19 no grupo e acabou derrotado no jogo de ida da fase preliminar da competição de clubes mais importante do continente. O regresso ao Brasil ocorreu no fim de semana.

Agora, a mudança é brusca. De uma semana com dois treinos e um jogo, para uma rotina dura de competição. O Tricolor tem o jogo de volta contra os equatorianos na quarta-feira, encara o Caxias em jogo atrasado do Gauchão na sexta-feira, e no domingo jogará novamente pelo Estadual, desta vez contra o Novo Hamburgo. Uma partida a cada dois dias, e tudo isso no início da temporada.

O primeiro compromisso vale muito. Para entrar no grupo A da Libertadores, o Grêmio precisa bater o Idependiente del Valle por dois ou mais gols de diferença. Se vencer por um também poderá avançar, desde que não sofra gols (1 a 0). Já estão na chave: Palmeiras, Defensa y Justicia e Universitario-PER.

Grêmio