PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Crespo exalta goleada do São Paulo após paralisação: "muitas coisas boas"

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

10/04/2021 23h01

Classificação e Jogos

Hernán Crespo exaltou a vitória por 5 a 1 do São Paulo sobre o São Caetano, na noite de hoje (10). O treinador acredita que foi possível tirar "muitas coisas boas" da goleada obtida em jogo válido pela 11ª rodada do Paulistão 2021. O técnico ainda exaltou a possibilidade de melhorar o elenco em meio à paralisação do futebol por causa do agravamento da pandemia do novo coronavírus em território paulista.

"Para nós, foi muito importante esse período de trabalho. A situação não é fácil para todos, mas aproveitamos a possibilidade de trabalhar tanto nesses dias. Vocês viram muitas boas coisas durante a partida", afirmou o técnico.

A sequência de jogos do Tricolor paulista, que terá outros três confrontos até a próxima sexta-feira, é vista como algo natural pelo comandante argentino. A equipe enfrentará o Red Bull Bragantino na segunda-feira (12), o Guarani na quarta-feira (14) e o Palmeiras na sexta-feira (16).

"Está claro que é difícil. O calendário diz assim, devemos nos adaptar a essa situação, mas eu não penso em quatro jogos, eu penso a cada jogo. Passou um, agora virá o segundo. Veremos amanhã como estão os atletas, sobretudo aqueles que jogaram todo o jogo. Depois, é importante o aproveitamento de cinco trocas que tenho à disposição. O jogo de hoje permitiu que jogássemos em um ritmo um pouco mais baixo no segundo tempo. Conseguimos a diferença que precisamos no primeiro tempo", disse.

Confira, abaixo, as outras respostas de Hernán Crespo na entrevista coletiva:

Importância de Rodrigo Nestor: "Nestor é um jogador muito importante para nós, para o time. Sabemos perfeitamente que podemos contar com ele. Há dentro do plantel outros jogadores muito importantes, que seguramente terão espaço no futuro nos próximos jogos. Porém tenho uma grande felicidade por tê-lo. É uma pessoa jovem que está buscando espaço na equipe. Hoje, ele jogou realmente bem, muito bem".

São Paulo não tem grupo fechado: "Mercado está sempre aberto, mas ao mesmo tempo, estamos focados no Paulistão. A lista está fechada até o meio de abril, quando poderemos fazer quatro trocas ainda. Já temos em mente duas mudanças para as vagas de Tchê Tchê e Toró. Orejuela e William podem cobrir esse espaço. Depois, veremos quais situações importantes podemos contar no futuro".

Atuação do Eder: "Estou contente com todos, com Eder, Benítez. Não vou me lembrar de outro, mas estou contente, por saber perfeitamente o significado. Ele estreou pelo São Paulo, coroou a estreia com um gol. O Benítez teve a possibilidade de fazer a rotação e fazer jogar muitos jogadores. Seguramente, apoiados na grandíssima atuação do time no primeiro tempo".

Volta de Eder ao Brasil: "Estou contente por ele, porque voltou à sua nação. É sempre muito bonito. Ver alguém feliz para mim é muito importante".

Vitor Bueno como centroavante: "Posso ter milhões de ideias, mas sem a disposição dos jogadores é impossível. O Vitor Bueno quer provar e tentar nessa posição. Não é fácil, ali tem o Pablo. A competição é difícil, mas é muito importante para nós e para o time".

Miranda pode ser titular: "Eu quero ver o Mirando dentro de campo, mas só posso fazer cinco mudanças, é difícil pensar em todos, não só em questões pessoais. Seguramente, vai chegar o seu momento, ele está trabalhando muito bem. Durante essa semana, vai chegar o momento".

Grupo da Libertadores: "O grupo da Libertadores, eu fiquei contente, porque devemos viajar pouco. Uruguai e Argentina são muito perto daqui. A possibilidade de ir à Lima é um pouco mais distante, mas, para mim, está bem. Depende absolutamente de nossa capacidade de fazer bem o nosso trabalho e creio que temos grandes possibilidades. Não quero falar de Copa Libertadores, quando temos muito jogos do Paulistão neste momento".

Distância da torcida na pandemia: "A situação é difícil. Para nós, que vivemos disso, com paixão e sentimento, é difícil viver longe da torcida. Espero estar muito tempo aqui e poder ver o Morumbi cheio de gente. Durante, temos que trabalhar muito para conseguir os resultados que prometam dar alegria à nossa torcida".

São Paulo