PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Empresário conversa com presidente e retira ação de cobrança contra o Inter

Ação de cobrança de empresário contra o Inter na Fifa será retirada segunda-feira - Marinho Saldanha/UOL
Ação de cobrança de empresário contra o Inter na Fifa será retirada segunda-feira Imagem: Marinho Saldanha/UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

10/04/2021 15h45

O empresário Jorge Machado irá retirar, na próxima segunda-feira (12), a ação de cobrança contra o Inter, que foi movida ontem (9), na Fifa. Em contato com o UOL Esporte, o agente afirmou ter conversado com o presidente Alessandro Barcellos por mensagens e disse que optou por desistir do processo.

Machado explicou que não ingressou com a cobrança pelo valor, de aproximadamente R$ 5 milhões, que tem a receber do clube. Mas que ficou descontente com a forma como foi tratado pelo CEO Giovane Zanardo.

"Nunca vi esforço para me atender, sempre empurrando o assunto, não respondia, respondia três dias depois, fazia um acordo e não cumpria", contou. "Não é a dívida que me fez tomar esta atitude, graças a Deus sou um cara tranquilo e tenho 30 anos de relacionamento com Inter. Nossa parceria é grande e entrei em contato com o presidente explicando que não se tratava de um problema com a direção dele. Ele me respondeu por mensagem, não me pediu nada, mas depois disso optei por retirar, e será retirada agora segunda-feira", completou.

Machado ainda disse que não iria mais tratar do tema, mas que encarregou um advogado de tomar a frente nas negociações futuras sobre a dívida. O agente explicou que não faz questão de que o pagamento ocorra imediatamente, mas que o assunto seja tratado "no tempo do clube".

"Eu achei legal do presidente me responder num sábado, expliquei que o problema não era com ele. Nunca tive problemas com Inter, sempre nos resolvemos muito bem. Foi a primeira vez que precisei tomar este tipo de atitude, são 30 anos trabalhando com o clube, estou na décima geração de dirigentes", contou.

Machado é agente de uma série de jogadores na base do Inter, além de ter larga carreira de negociações com o clube.

Advogado diz que cobrança não cabe à Fifa

Segundo o advogado Daniel Cravo, a cobrança não poderia ser feita na Fifa de qualquer forma. No Twitter, o profissional que representa o Inter em diversos casos disse que desde 2015 as cobranças não cabem à entidade.

Internacional