PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Renato chama gol anulado do Grêmio contra o Del Valle de "erro absurdo"

Fernando Soutello/AGIF
Imagem: Fernando Soutello/AGIF

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

09/04/2021 21h38

Classificação e Jogos

Renato Portaluppi não ficou à beira do gramado durante Independiente Del Valle, do Equador, e Grêmio, mas trabalhou hoje (9). Isolado após testar positivo para covid-19, o treinador manteve contato com a delegação no Paraguai e também emitiu declaração sobre a atuação gremista no jogo de ida do confronto da 3ª fase preliminar da Copa Libertadores. Segundo o técnico, a derrota por 2 a 1 acabou não sendo tão ruim, pelas circunstâncias da semana —marcada por quatro jogadores afastados e jogo transferido do Equador para o Paraguai.

A arbitragem, liderada por Nestor Pitana, que anulou gol de Ferreira no final do primeiro tempo, quando o placar era de 1 a 0, também foi criticada.

"Apesar de todos os problemas que tivemos desde o início da semana, o resultado não foi ruim. Não tivemos tempo para treinar, perdemos vários jogadores e mesmo assim, se não é o erro absurdo da arbitragem no fim do primeiro tempo, a história poderia ter sido outra. Os jogadores lutaram e agora vamos para o jogo da volta", disse Renato Gaúcho por meio de assessoria de imprensa, ao UOL Esporte.

O lance citado pelo treinador aconteceu na reta final do primeiro tempo. Alisson dominou bola longa, tocou para trás e depois Diego Souza serviu Ferreira. O camisa 11 chutou alto, fora do alcance do goleiro. A jogada foi anulada por impedimento.

Futebol