PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Big data e sem agente: como De Bruyne renovou com o City por R$ 554 milhões

De Bruyne renovou com o City até 2025 - Divulgação
De Bruyne renovou com o City até 2025 Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

08/04/2021 04h00

A tecnologia no futebol pode ir muito além do uso do VAR e das linhas de gol e impedimento, e Kevin De Bruyne, do Manchester City, provou como. Com vínculo até 2023, o meia belga conseguiu uma extensão salarial no valor de 83,2 milhões de euros (R$ 554,4 milhões) até 2025 sem um empresário. A principal arma do astro de 29 anos para justificar o pedido de aumento foi o Big Data.

O Big Data vai muito além das tradicionais estatísticas, e consiste na análise e interpretação de um grande volume e variedade de dados. É o cruzamento de informações coletadas de diversos canais que exige o utilização de um software especializado.

O sistema é complexo, já que um programa tradicional não conseguiria obter os mesmos resultados, mas já é utilizado em larga escala pelo mundo corporativo.

Segundo o jornal inglês Daily Mirror, De Bruyne dispensou o agente e conduziu as negociações ao lado do pai e do advogado, que estavam na Bélgica. Com uma minuciosa análise sobre como ele está preparado para as próximas temporadas em mãos, considerando condições variáveis, como sua idade e a qualidade do elenco comandado por Pep Guardiola, além de barganhar uma boa renovação de contrato, o jogador conseguiu um aumento.

O estudo foi capaz de apontá-lo como um valor duradouro para o City, além de mensurar sua influência. O resultado foi um acordo muito positivo financeiramente: ele recebeu um aumento de 350 mil para 400 mil euros semanais (R$ 2,6 milhões), o consolidando como maior salário do elenco — 20,8 milhões de euros (R$ 138,6 milhões) por ano.

"Este clube de futebol está voltado para o sucesso. Ele me oferece tudo que preciso para maximizar o meu desempenho, então assinar este contrato foi uma decisão direta. Estou jogando o melhor futebol da minha carreira e, honestamente, sinto que há mais por vir", disse, ao site oficial do clube. E pode estar, muito provavelmente. Os números, afinal, não mentem.

De Bruyne chegou ao Manchester City em agosto de 2015, depois de atuar pelo Wolfsburg, e faturou dois títulos do Campeonato Inglês (2018 e 2019), uma Copa da Inglaterra (2019) e quatro Copas da Liga Inglesa (2016, 2018, 2019 e 2020). Até o momento, o belga fez 64 gols e deu 105 assistências em 253 jogos com a camisa dos Citizens.

Futebol