PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Médico do Inter prevê recuperação breve de Danilo Fernandes após cirurgia

Danilo Fernandes passou por cirurgia na lombar na noite de ontem (6) - Ricardo Duarte/Inter
Danilo Fernandes passou por cirurgia na lombar na noite de ontem (6) Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

07/04/2021 16h02

O médico Carlos Poisl concedeu entrevista coletiva para tratar da cirurgia realizada ontem (6) pelo goleiro Danilo Fernandes, do Inter. O profissional do clube afirmou que o procedimento foi minimamente invasivo e previu uma recuperação breve.

Segundo o doutor, Danilo alegou dores após a partida contra o Ypiranga, pelo Gauchão. Fez tratamento e conseguiu reunir condições de atuar na partida seguinte diante do Novo Hamburgo. Mas, depois de alegar novamente fortes dores nas costas, um exame de ressonância magnética constatou uma hérnia de disco.

O tratamento inicial seria conservador, mas a resposta não foi positiva. Com o quadro se tornando ainda pior, a cirurgia virou única opção.

"Tentamos o tratamento conservador, com medicação, repouso e fisioterapia. Mas não houve nenhum progresso. Pelo contrário, ontem fizemos um novo exame e percebemos uma piora no quadro. Não havia outra alternativa que não apostarmos na cirurgia", disse Poisl.

O médico disse que o procedimento foi um sucesso e tratou-se de uma técnica moderna em que há um corte inferior a um centímetro.

"É um tipo de lesão que os goleiros são mais suscetíveis. É raro um goleiro que não tenha uma crise de dor lombar. Não necessariamente uma hérnia de disco. É óbvio que teremos todos os cuidados, mas não creio que tenha algum empecilho ou problema para sequência da atividade dele após a recuperação", constatou o médico.

A previsão de parada aponta para entre três e quatro semanas. Danilo já se mostra otimista após a cirurgia e está empenhado em voltar a atuar.

"Ninguém gosta de receber uma notícia dessas. Ontem ele estava bastante abatido. Mas hoje já se sentia bem melhor, houve uma mudança total de ânimo. O Danilo é um cara muito dedicado aos tratamentos, certamente vai tirar de letra", explicou.

"Foi um procedimento de técnicas modernas, com um corte que não tem um centímetro, não há lesões teciduais importantes. Isso permite que ele comece a fazer suas atividades em breve. Foi mexido numa área delicada e temos que ter cuidado, nos preocupamos com ficar alguma dor residual, mas faremos um tratamento progressivo a partir de amanhã, talvez, e vamos avaliando diariamente", completou.

Além disso, não há uma relação direta entre o problema e outros quadros de lesão que o goleiro teve, na avaliação do departamento médico colorado. Danilo já ficou afastado por lesões no pé, no ombro, e quadros musculares.

"As lesões dele foram mais traumáticas, e esta podemos considerar assim também, por um esforço súbito. Todos os goleiros sofrem com dores nas costas ao longo da carreira. Não consigo correlacionar as lesões, não tem relação", afirmou.

Marcelo Lomba é quem permanecerá no gol do Inter durante a recuperação de Danilo, que abriu a temporada disputando titularidade. O Inter volta a campo no dia 18, para encarar o Aimoré.

Internacional