PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro vence Coimbra e sobe para 3º antes de encarar o líder Atlético-MG

Rafael Sobis durante a partida entre Coimbra e Cruzeiro, pelo Campeonato Mineiro - Alessandra Torres/AGIF
Rafael Sobis durante a partida entre Coimbra e Cruzeiro, pelo Campeonato Mineiro Imagem: Alessandra Torres/AGIF

Do UOL, em São Paulo

07/04/2021 19h25

O Cruzeiro ganhou um pouco de folga na zona de classificação para a semifinal do Campeonato Mineiro. A Raposa derrotou o Coimbra por 2 a 0, hoje (7), no estádio Independência, em Belo Horizonte (MG), e subiu para o terceiro lugar. William Pottker e Felipe Augusto saíram do banco de reservas e fizeram os gols do triunfo.

Essa foi a segunda vitória consecutiva do Cruzeiro. No domingo passado (4), o time de Felipe Conceição havia derrotado o Boa Esporte, fora de casa, pelo mesmo placar. O resultado levou a Raposa aos 14 pontos, agora três à frente do próprio Pouso Alegre e da Caldense, respectivamente os quinto e sexto colocados. . À frente na tabela de classificação estão apenas Atlético-MG, com 21, e América-MG, com 15.

No momento em que solidifica um time-base para a temporada 2021, o Cruzeiro terá seu maior rival pela frente na próxima rodada. No domingo (11), a Raposa encara o Atlético-MG, às 16h, no Mineirão, pela nona rodada. O clássico completará seu centésimo aniversário. Já o Coimbra, que ocupa a penúltima colocação com seis pontos, encara a Caldense, fora de casa, no mesmo dia.

O melhor: Bruno José

Não é de hoje que o atacante é um dos destaques do Cruzeiro. Contratado do Caxias para a temporada 2021, o atacante foi a peça mais acionada no ataque da Raposa e criou boas oportunidades de gol. Jogador de boa movimentação no setor ofensivo, ele cumpriu bem seu papel pelos dois lados do campo.

Falhou a pontaria

O primeiro tempo foi de pouca felicidade para o Cruzeiro, repetindo o que havia acontecido nas partidas contra Boa Esporte e Tombense. Foram poucas as vezes em que o time de Felipe Conceição finalizou, e em nenhuma delas obrigou o goleiro Jori a intervir. A melhor chance de gol aconteceu aos 26 minutos em uma jogada rápida. Matheus Barbosa recebeu a bola a intermediária e passou de primeira para Bruno José. O atacante invadiu a área pelo lado direito, chutou cruzado e acertou a trave.

Caminho nas laterais

As boas chances criadas pelo Cruzeiro mostraram que o caminho mais fácil para o gol seria a lateral. Logo aos 5 minutos, Airton fez boa jogada pela esquerda, chutou colocado e viu a bola passar pelo alto. Nos instantes finais, houve mais duas jogadas criadas por Bruno José. Na primeira, aos 43 minutos, Bruno José foi à linha de fundo e cruzou para Airton. O zagueiro Filipi apareceu a tempo de afastar o perigo. Dois minutos depois, o mesmo Bruno José invadiu a área pela esquerda, cortou um adversário e chutou para fora.

Coimbra confortável

Ocupando as últimas colocações, o Coimbra parecia satisfeito em conquistar um ponto e pouco avançou seus jogadores no primeiro tempo. O maio susto ao goleiro Fábio saiu aos 22 minutos em um chute de longa distância de Lucas Hipólito. A bola saiu à esquerda do ídolo cruzeirense.

Outra vez Bruno José

O segundo tempo começou da mesma forma que o terminou o primeiro. Bruno José, que havia sido o destaque dos 45 minutos iniciais, quase abriu o placar. Ele avançou pela direita, avistou Rafael Sóbis livre na área, mas o cruzamento quase encobriu o goleiro Jori, que se recuperou no lance e deu um tapa na bola para escanteio.

Mais gente na área

Com dificuldade nas finalizações, o técnico Felipe Conceição optou por lotar a área do Coimbra em busca de um gol salvador. A opção foi a entrada de William Pottker no lugar de Marcinho. O Cruzeiro perdeu um armador, mas ganhou mais uma opção dentro da área dividindo o espaço com Rafael Sóbis.

Alterações de sucesso

Não dá para dizer que o técnico Felipe Conceição não conhece seu elenco. A substituição realizada surtiu efeito, e William Pottker foi o responsável por abrir o placar. Aos 30 minutos, ele recebeu lançamento do zagueiro Weverton, se infiltrou pelo meio da defesa do Coimbra e mandou para o gol na saída do goleiro Jori. E outro jogador que saiu do banco de reservas foi o responsável por decretar a vitória. Aos 48 minutos, Felipe Augusto recebeu belo lançamento de Rômulo, avançou pela esquerda e tocou na saída do goleiro.

Intactos para o clássico

O Cruzeiro entrou em campo com uma preocupação à parte: os jogadores pendurados com cartões amarelos. Uma nova advertência poderia tirar Cáceres, Ramon, Airton, Alan Ruschel e Jadson do clássico contra o Atlético-MG no próximo domingo (11), no Mineirão. No entanto, eles passaram ilesos e estarão disponíveis para o duelo que completará 100 anos.

FICHA TÉCNICA

Coimbra 0 x 2 Cruzeiro
Motivo: 8ª rodada do Campeonato Mineiro
Data: 7 de abril de 2021 (quarta-feira)
Horário: 17h30 (de Brasília)
Local: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro
Assistentes: Leonardo Henrique Pereira e Weyder Marques Borges
Cartões amarelos: Kauê e Gustavo (Coimbra)
Gols: William Pottker, aos 30min, e Felipe Augusto, aos 48min do segundo tempo

Coimbra: Jori; Filipi, Augusto, Diogo Henrique e Lucas Hipólito; Gustavo, Thomás, Kauê (Leonardo) e Marquinho (Ribeiro); Rafhael Lucas e Igor (Guilherme Santos). Técnico: Eugênio Souza

Cruzeiro: Fábio; Cáceres, Ramon, Weverton e Matheus Pereira; Adriano (Matheus Neris), Matheus Barbosa (Jadson) e Marcinho (William Pottker); Airton (Felipe Augusto), Bruno José (Rômulo) e Rafael Sóbis. Técnico: Felipe Conceição

Futebol