PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões - 2020/2021

Chelsea vence o Porto e abre vantagem para jogo de volta na Champions

Mason Mount marcou o primeiro gol do Chelsea na Liga dos Campeões - MARCELO DEL POZO/REUTERS
Mason Mount marcou o primeiro gol do Chelsea na Liga dos Campeões Imagem: MARCELO DEL POZO/REUTERS

Do UOL, em São Paulo

07/04/2021 17h52

Classificação e Jogos

O Chelsea venceu o Porto hoje por 2 a 0 na primeira partida das quartas de final da Liga dos Campeões, em Sevilha. Mesmo ameaçando mais, o time português não conseguiu acertar a pontaria e foi superado pelos ingleses. Mason Mount e Ben Chilwell marcaram para os "Blues".

O time comandado pelo técnico Thomas Tuchel leva vantagem para o confronto decisivo, marcado para a próxima terça (13), às 16h, também no estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha, e pode até mesmo perder por um gol de diferença para avançar à semifinal do torneio. Os times mandam os jogos na região da Andaluzia em razão das restrições da covid-19.

O Porto começou pressionando, e Uribe chegou muito perto de marcar aos 11 minutos, depois de um rebote na entrada da área. O jogador finalizou de primeira, com categoria, mas a bola passou raspando por cima do gol.

Pouco depois, Octávio cobrou escanteio fechadinho e por muito pouco não marcou um gol olímpico. Mendy fez a defesa e deu o rebote para Pepe, que ajeitou de cabeça para Zaidu finalizar para fora.

Desorganizado, o Chelsea conseguiu sair na frente com um golaço de Mason Mount, aos 31. O inglês recebeu de Jorginho na entrada da área, girou bonito e deixou Zaidu no chão. Sem marcação, bateu cruzado, no cantinho direito do gol, para fazer 1 a 0.

Em seguida, o Porto voltou a ameaçar. Pepe ameaçou de cabeça, em bola cruzada após escanteio cobrado por Otávio, mas o goleiro Mendy fez ótima defesa e impediu que o brasileiro naturalizado português empatasse o placar.

O time português foi mais perigoso durante toda a primeira etapa, e foi quem finalizou primeiro no segundo tempo. Mendy usou todo seu reflexo para defender de joelho uma finalização cruzada de Marega.

O goleiro Marchesín quase complicou ainda mais o Porto aos 14 minutos, depois de Rudiger arriscar de longe. O goleiro defendeu e soltou. No rebote, Timo Werner ajeitou para o meio e Mount finalizou de carrinho. A bola foi para fora, mas o bandeirinha já assinalava o impedimento.

De novo de cabeça, Pepe subiu de cabeça para desviar a bola para Marega, que chegou finalizando no contrapé de Mendy. O goleiro se esticou para fazer a defesa difícil no cantinho direito.

Aos 38, Pulisic invadiu a área e mandou no travessão. Ben Chilwell, por sua vez, não perdeu a oportunidade. No vacilo de Corona, o lateral do Chelsea cortou o cruzamento no campo de defesa, desarmou e arrancou em velocidade. O ala invadiu a área com velocidade, driblou o goleiro Marchesín com categoria e ampliou a vantagem.

No sábado (10), o Chelsea visita o Crystal Palace, às 13h30, pelo Campeonato Inglês. O Porto visita o Tondela às 14h, pelo Campeonato Português.