PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Corinthians tem 5 jogadores no departamento medico: confira cada situação

Gustavo Mantuan, meia do Corinthians, está nos planos de Mancini para esta temporada  - Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Gustavo Mantuan, meia do Corinthians, está nos planos de Mancini para esta temporada Imagem: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

06/04/2021 04h00

Classificação e Jogos

No treino de ontem (5), o lateral Guilherme Biro sofreu lesão muscular na coxa esquerda e se tornou o quinto desfalque do Corinthians entregue ao departamento médico. O garoto da base, de apenas 16 anos, se junta a Mateus Vital, Gustavo Mantuan, Danilo Avelar e Ruan Oliveira. Nenhum deles ainda tem prazo definido para retornar aos gramados, mas a situação mais crítica é a do meia Mantuan, que chegou a se destacar sob o comando de Vagner Mancini.

No ano passado, em um curto espaço de tempo, o Corinthians sofreu três baixas em sequência. Em 1º de setembro, o meia-atacante Ruan Oliveira rompeu o ligamento do joelho esquerdo. Pouco mais de um mês depois, em 8 de outubro, foi a vez de Danilo Avelar romper o ligamento cruzado do joelho direito. Ainda no mesmo mês, só que no dia 29, Gustavo Mantuan teve a infelicidade de também romper o ligamento cruzado, só que do joelho esquerdo, em um treino com a seleção brasileira Sub-20.

Os três passaram por cirurgias, ficaram de molho impossibilitados de praticar qualquer atividade física e, aos poucos, estão retornando aos trabalhos no CT Joaquim Grava. A ordem de retorno respeita o período em que o jogador sofreu a lesão. Portanto, Ruan Oliveira é o mais próximo de voltar aos gramados. O trio se divide entre trabalhos de musculação, fisioterapia e, quando necessário de acordo com o departamento médico, uma corrida em volta do gramado.

Apesar da evolução, o Corinthians adota cautela e não determina prazo para os jogadores. O rompimento dos ligamentos do joelho é uma das lesões mais complicadas para o tratamento. Além do longo período afastado das atividades, os atletas costumam perder força e, principalmente, confiança no retorno aos treinos com bola.

Prognóstico otimista colocaria Ruan Oliveira à disposição de Vagner Mancini apenas na reta final do Paulistão ou início do Campeonato Brasileiro. No caso de Mantuan, o meia trabalha com a possibilidade de voltar apenas no segundo semestre.

Outros casos

Destaque do Corinthians neste início de temporada, o meia Mateus Vital se machucou em 17 de março, em partida contra o Salgueiro, pela Copa do Brasil. O jogador realizou artroscopia no joelho direito e está em tratamento no CT Joaquim Grava. O meio-campista trabalha para retornar aos treinos com bola o mais rápido possível e deve ser reintegrado no fim deste mês ou na primeira semana de maio. Embora tenha sido operado pelo doutor Joaquim Grava, consultor médico do Alvinegro, o caso de Vital é menos complexo.

Completando a lista, há o lateral Guilherme Biro, que ainda sequer fez sua estreia pelo Corinthians. O problema do garoto é muscular e não é necessária a intervenção cirúrgica. O jogador ficará sob os cuidados dos fisioterapeutas do Corinthians até que esteja liberado para voltar a treinar com bola e buscar seu espaço no elenco.

Por fim, o zagueiro Léo Santos, que não joga desde 27 de março de 2019 (quando ainda defendia as cores do Fluminense), está recuperado de todos os problemas que o acompanharam no passado e não integra o departamento médico. O jogador está treinando com o restante do elenco e, caso agrade o técnico Vagner Mancini, pode entrar em campo. Neste momento, além de trabalhar para recuperar a confiança, o defensor busca readquirir sua melhor forma física e o ritmo de jogo.

Corinthians