PUBLICIDADE
Topo

Santos

Santos internaliza serviços e projeta economia de R$ 2,5 milhões ao ano

Andres Rueda, presidente do Santos, na Vila Belmiro - PEDRO ERNESTO GUERRA AZEVEDO
Andres Rueda, presidente do Santos, na Vila Belmiro Imagem: PEDRO ERNESTO GUERRA AZEVEDO

Eder Traskini

Do UOL, em Santos (SP)

05/04/2021 15h30

O Santos optou por reverter a terceirização dos serviços de limpeza e segurança do clube, que agora passam a ser geridos internamente. A decisão foi oficializada hoje (5) e prevê uma economia de R$ 2,5 milhões ao ano, ou R$ 206,5 mil por mês. Os serviços haviam sido terceirizados em dezembro do ano passado.

A iniciativa faz parte do projeto de economia da diretoria do presidente Andres Rueda, focada em diminuir os gastos do Peixe para tornar o clube "viável".

"Vamos otimizar o trabalho e nesses valores já estão incluídos folguistas, seguro, uniformes, descontados os funcionários que atuavam no Business Center, na capital. Seguimos trabalhando para reestruturar o Clube e torna-lo viável", disse Rueda.

O Peixe vem trabalhando para diminuir os gastos principalmente em sua folha salarial. Nos últimos dias já liberou o zagueiro Laércio, que acertou com a Chapecoense, e rescindiu com o defensor Sabino, que está perto de ser oficializado pelo Sport.

Santos