PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Flamengo dá show, goleia Madureira; Gabigol iguala marca histórica

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

05/04/2021 22h59

Classificação e Jogos

Em seu segundo jogo na temporada, o time titular do Flamengo não tomou conhecimento do rival e goleou hoje (5) o Madureira por 5 a 1, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pelo Carioca. Os gols foram de Gabigol (2), Gerson, Diego e Arrascaeta. Luiz Paulo descontou.

Com mais duas bolas na rede, o artilheiro chegou aos 73 gols com a camisa do Fla, marca que o coloca (ao lado de Renato Abreu) no posto de maior artilheiro do clube no século 21. Demonstrando muita vontade, especialmente na etapa inicial, o time de Rogério Ceni sufocou os tricolores e buscou o gol de forma incessante.

Na ponta da tabela de classificação, o Fla chegou aos 19 pontos e deixou bem encaminhada sua vaga à semifinal do Estadual. No domingo, o Rubro-Negro encara o Palmeiras, 11h, no Mané Garrincha, na decisão da Supercopa.

Arrascaeta comanda o recital

Teve gol e ainda sobraram passes certeiros e enfiadas de bola precisas. Com grande atuação, o meia Arrascaeta foi o destaque individual da goleada do Flamengo contra o Madureira. O camisa 14 fez ótima parceria com Filipe Luís pelo lado esquerdo e foi sempre perigoso para os defensores tricolores.

Flamengo avassalador

Com muita intensidade para retomar a bola e fome para agredir o rival, o time do Flamengo foi um rolo compressor em Volta Redonda. A equipe abusou da troca de posições e das infiltrações para nocautear um adversário que pouco pode fazer para conter o campeão brasileiro. Em início de temporada, os rubro-negros chamam a atenção pela intensidade com a qual têm encarado as partidas até aqui depois de algumas semanas de preparação.

Madureira tenta sair

Apesar da superioridade do rival, o Madureira não ficou os 90 minutos atrás da linha da bola. A equipe de Alfredo Sampaio tentou aproveitar as poucas brechas deixadas pelo Rubro-Negro para atacar e levou algum trabalho para Diego Alves, sendo premiada com o gol de honra.

Rodrigo Caio de volta

Retornando após se recuperar de uma lesão na coxa, o zagueiro Rodrigo Caio fez a sua estreia na temporada e se saiu bem. Sem muito problema com os atacantes rivais, o defensor não teve tanto trabalho em seu retorno. Ele foi substituído por Bruno Viana.

Na trave duas vezes

Aos 13 minutos da etapa inicial, o ataque do Flamengo foi para cima do Madureira e carimbou a trave duas vezes na sequência. De cabeça, Bruno Henrique acertou o poste. Na sobra, Diego bateu cruzado e parou na trave.

Cai o invicto

Com a derrota para o Flamengo, o Campeonato Carioca não tem mais invictos. Até o início desta rodada, a única equipe que não tinha sido vencida era exatamente o Tricolor, que somava cinco empates e duas vitórias.

Cronologia

Aos 16 minutos da etapa inicial, Gabigol abriu a contagem após cobrança de pênalti. Aos 21, Gerson bateu cruzado e marcou. Aos 28, Gabigol aproveitou rebote e ampliou. Aos 43, Diego bateu, a bola quicou na frente do goleiro e entrou. Aos 12 minutos do segundo tempo, Luiz Paulo escorou de cabeça e diminuiu. Aos 19, Arrascaeta bateu no cantinho e fez o quinto.

FICHA TÉCNICA

MADUREIRA X FLAMENGO

Data: 5 de abril de 2021, segunda-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Competição: Campeonato Carioca
Local: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Assistentes: Gabriel Conti Viana e Thiago Gomes Magalhães
Gols: Gabigol, aos 16 minutos do primeiro tempo; Gerson, aos 21 minutos do primeiro tempo; Gabigol, aos 28 minutos do primeiro tempo; Diego, aos 43 minutos do primeiro tempo. Luiz Paulo, aos 12 minutos do segundo tempo. Arrascaeta, aos 19 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Willian Arão, Rodrigo Muniz, Gabigol, Bruno Henrique (FLA); Breno (MAD)
Cartões vermelhos: Bruno Oliveira (MAD)

MADUREIRA: Felipe Lacerda, Rhuan (Bruno Oliveira), Breno, Maurício e Juninho; Feitosa (Humberto), Rodrigo Yuri e Nivaldo (Eberson); Sillas, Bruno Santos (Gutemberg) e Luiz Paulo. Técnico: Alfredo Sampaio.

FLAMENGO: Diego Alves; Isla (Vitinho), Rodrigo Caio (Bruno Viana), Willian Arão e Filipe Luís; Diego (João Gomes), Gerson (Hugo Moura), Everton Ribeiro (Rodrigo Muniz) e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Rogério Ceni

Flamengo