PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fortaleza vence o Bahia e avança para a próxima fase do Nordestão

Fortaleza termina a rodada na primeira posição do Grupo A - Leonardo Moreira / Fortaleza EC
Fortaleza termina a rodada na primeira posição do Grupo A Imagem: Leonardo Moreira / Fortaleza EC

Bruno Fernandes e Josué Seixas

Colaboração para o UOL, em Maceió

03/04/2021 18h02

Classificação e Jogos

O Fortaleza venceu o Bahia por 2 a 1 neste sábado (3) e garantiu a classificação à próxima fase da Copa do Nordeste. Matheus Jussa e David balançaram a rede para o Leão do Pici, enquanto Gilberto diminuiu para o Esquadrão. Com 14 pontos, o Fortaleza é líder do Grupo B, enquanto o Bahia termina a rodada na 2ª posição do Grupo A, dependendo apenas de si para se classificar à próxima fase.

Jogo começa muito movimentado

Com menos de dois minutos da partida, o Fortaleza quase balançou a rede. Robson tocou para Wellington Paulista, que mandou para dentro da área e David cabeceou para o gol. Douglas Friedrich se esticou todo e defendeu, mas acusou uma lesão. Ele precisou ser atendido, mas continuou no jogo. Os dois times se mantiveram tentando o ataque, sempre em velocidade, com construção de jogadas pelas laterais e cruzamentos na grande área.

Fortaleza sai em vantagem

E foi um golaço. Aos 24, a bola foi cruzada do lado direito do ataque do Fortaleza, sofreu um desvio dentro da grande área e parou no pé de Matheus Vargas, que rolou para trás. Matheus Jussa, que estava fora da área, pegou em cheio e meteu uma bomba, sem chances para o goleiro Douglas. Foi o primeiro gol de Matheus Jussa com a camisa do Leão. O Fortaleza chegou de novo aos 34 e aos 36, em cruzamentos da grande área. Faltou pouco para um atacante completar e mandar para a rede.

Douglas Friedrich quase sofre gol bizarro

Aos 39 do primeiro tempo, Daniel Guedes mandou um cruzamento do lado direito do ataque do Fortaleza em direção à grande área. Soberano na bola, o goleiro Douglas Friedrich tinha tudo para fazer uma defesa fácil. Ele se abaixou e tentou encaixar a bola, mas ela não obedeceu ao comando do goleiro e passou por debaixo das pernas dele, indo de mansinho em direção à rede. A sorte foi que o zagueiro Conti acompanhou o lance e conseguiu jogar para longe.

Defesa do Fortaleza falha, e Gilberto empata

A defesa do Fortaleza entregou a bola ao Bahia, que construiu a jogada. A bola chegou a Rodriguinho, na entrada da grande área, que mandou com categoria para Gilberto. O atacante só arrumou o corpo e mandou uma bomba de esquerda, vencendo o goleiro Felipe Alves. Com a bola na rede, ele se torna o artilheiro isolado da Copa do Nordeste, com cinco gols. O empate veio aos 45 minutos do primeiro tempo.

Segundo tempo começa frenéticos

O segundo tempo começou e o Fortaleza já tentou tomar controle do jogo. Aos quatro minutos, o time construiu uma boa jogada pelo lado esquerdo do ataque e David rolou para Wellington Paulista, que bateu de primeira. A bola passou perto do gol defendido por Douglas Friedrich. Logo depois, Matheus Vargas recebeu um passe dentro da área, driblou o goleiro, mas adiantou demais e a bola saiu. Aos seis minutos, a bola sobrou para Robson dentro da grande área, que chutou à direita do gol de Douglas. Dois minutos depois, Robson saiu rabiscando do lado direito do ataque para dentro da grande área e chutou, mas a bola parou no zagueiro Conti.

Fortaleza na frente mais uma vez

Aos 11 minutos, o Bahia conseguiu o primeiro chute de perigo no segundo tempo. Matheus Bahia mandou uma bomba de longe e o goleiro Felipe Alves fez a defesa em dois tempos. Três minutos depois, Robson lançou a bola para David, do Fortaleza, que matou no peito e invadiu a grande área, quase cara a cara com Douglas Friedrich. Nino Paraíba tentou atrapalhar, mas perdeu a disputa no corpo e David ficou com a bola. Ele chutou com força e balançou a rede, dando vantagem ao Leão do Pici. O jogo seguiu sem grandes chances para os dois lados. Aos 30, o Bahia até teve a oportunidade do empate, após cobrança de escanteio, mas o cabeceio de Conti veio fraquinho e Felipe Alves defendeu com facilidade.

Bahia pressiona pelo empate

Aos 34, após cobrança de escanteio, o Fortaleza teve a chance de empatar o jogo. Rodriguinho desviou a bola dentro da grande área e ela foi para os pés de Gabriel Novaes, que estava dentro da pequena área. Ele conseguiu finalizar, mas mandou no travessão. Aos 42, Juninho Capixaba mandou de fora da área e a bola desviou no meio do caminho, indo para escanteio. Na cobrança, a bola continuou com o Bahia, que subiu praticamente todo o time para o ataque para continuar pressionando. No apagar das luzes, aos 50 minutos, o Bahia teve uma boa falta na entrada da grande área, mas Rodriguinho mandou na barreira. O Fortaleza segurou a bola até o apito final.


Destaques

Um dos destaques do jogo é, definitivamente, o atacante Gilberto. Ele só teve uma oportunidade para balançar a rede e aproveitou. Agora, é artilheiro isolado da Copa do Nordeste, com cinco gols. Ele construiu o retrospecto nas duas últimas partidas do Bahia: quatro gols contra o Altos e um contra o Fortaleza.

Do lado do Fortaleza, o atacante David, do Fortaleza, foi quem mais se destacou. Ele fez o gol que definiu o placar do jogo, garantindo a classificação do Leão do Pici à próxima rodada.

FICHA TÉCNICA
COPA DO NORDESTE - 7ª RODADA
Fortaleza 2 x 1 Bahia

Data: 03/04/2021 (sábado)
Local: Arena Castelão (CE)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior/PE
Auxiliares: Clovis Amaral da Silva/PE e John Andson Alves Ribeiro/PE
Cartões amarelos: David (FOR), Lucas Fonseca (BAH), Matheus Jussa (FOR), Matheus Bahia (BAH), Daniel (BAH), Matheus Vargas (FOR), Juninho Capixaba (FOR) e Gilberto (BAH)
Cartões vermelhos: Luis Fernando Flores (auxiliar, FOR)
Gols: Matheus Jussa (FOR), Gilberto (BAH) e David (FOR)

Fortaleza: Felipe Alves, Daniel Guedes (Tinga), Quintero, João Paulo Silveira, Carlinhos, Éderson, Matheus Jussa, Matheus Vargas (Felipe), David (Yago Pikachu), Wellington Paulista (Gustavo Coutinho) e Robson (Romarinho). Técnico: Enderson Moreira.

Bahia: Douglas Friedrich, Nino Paraíba, Conti, Lucas Fonseca, Matheus Bahia (Juninho Capixaba), Patrick de Lucca (Matheus Galdezani), Edson (Thassiano), Daniel (Gabriel Novaes), Rossi (Alesson), Gilberto e Rodriguinho. Técnico: Dado Cavalcanti.

Futebol