PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo envia nova proposta e tenta renovação de Rodrigo Nestor

Rodrigo Nestor conversa com a diretoria do São Paulo a fim de tentar a renovação contratual no mercado da bola - Erico Leonan / saopaulofc
Rodrigo Nestor conversa com a diretoria do São Paulo a fim de tentar a renovação contratual no mercado da bola Imagem: Erico Leonan / saopaulofc

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

02/04/2021 04h00

O São Paulo enviou, na tarde da última quarta-feira (31), uma proposta de renovação contratual para o volante Rodrigo Nestor. O jogador de 20 anos tem compromisso até 19 de novembro de 2021 e avalia a oferta feita pelo departamento de futebol antes de decidir sobre a sua permanência no Morumbi.

O diretor de futebol do Tricolor, Carlos Belmonte Sobrinho, e o executivo da pasta, Rui Costa, são os responsáveis por tratar as conversas para a prorrogação do vínculo do atleta e tentam convencê-lo de que a manutenção no clube é a melhor opção em meio ao mercado da bola.

O São Paulo tenta a renovação contratual de Rodrigo Nestor desde a temporada passada, ainda durante a administração de Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco. À época, Alexandre Pássaro e Raí eram os responsáveis por conduzir as negociações. No entanto, encontraram dificuldades para chegar a um acordo com o estafe do meio-campista neste período. O jovem atleta trocou o empresário no decorrer das tratativas e mudou o tom adotado no início das conversas.

O meio-campista era agenciado pela empresa de Euclides Neto até dezembro do ano passado. Entretanto, nos últimos meses, rompeu o contrato de representação com o agente para assinar com um advogado ligado aos seus familiares, conforme informado pelo UOL Esporte.

O São Paulo tenta um desfecho positivo nas negociações com o atleta depois de ver a sua mudança de empresário nos bastidores. O desejo do departamento de futebol é chegar a um acordo com o atleta ainda em abril para evitar que ele fique disponível para assinar pré-contrato a partir de 19 de maio.

Rodrigo Nestor foi utilizado por Hernán Crespo em três partidas do Tricolor neste Campeonato Paulista. O meio-campista esteve em campo por 154 minutos e só se ausentou do jogo de estreia contra o Botafogo-SP. Na ocasião, ele ficou no banco de reservas.

São Paulo