PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Felipe Melo: 'Nosso físico foi exigido de forma brutal no Mundial'

Felipe Melo, volante do Palmeiras, em treino na Academia de Futebol - Cesar Greco
Felipe Melo, volante do Palmeiras, em treino na Academia de Futebol Imagem: Cesar Greco

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/04/2021 17h14

Classificação e Jogos

O meio-campista Felipe Melo, do Palmeiras, atribuiu o mau desempenho do time no Mundial de Clubes de 2020 - a equipe caiu na semifinal diante do Tigres (MEX), e ainda foi derrotada nos pênaltis na disputa do terceiro lugar contra o Al Ahly (EGI) - à questão física. O jogador afirmou que o elenco palmeirense foi exigido de "forma brutal" durante a competição.

"Sinceramente, não vejo a culpa no psicológico, vejo a culpa na parte física. Devido à pandemia, foi brutal a forma que foi exigido do nosso aspecto físico. A gente sai daqui de São Paulo e vai pra Doha, são cinco ou seis horas de diferença. Estávamos trocando a noite pelo dia e isso é muito complicado. Enquanto a gente pega o time mexicano que ao invés de 80 jogos, teve 40 jogos na temporada e chegaram uma semana antes", ponderou Felipe Melo em entrevista ao Bola da Vez, da ESPN Brasil, que vai ao ar amanhã.

"Nós perdemos nos pênaltis da equipe do Egito, que estava ali perto, tanto que tinham muitos torcedores no estádio. Eu via que os meninos já estavam cansados: 'Se os meninos estão assim, imagina nós, que temos um pouco mais de experiência e vivência no futebol'. Foi bem complicado", continuou.

Na opinião de Felipe Melo, diante das circunstâncias adversas, o Palmeiras fez o melhor que pôde no Mundial. O meio-campista destacou que o time voltou a mostrar força na final da Copa do Brasil, quando houve tempo para recuperação física dos jogadores.

"Não tem condição de colocar culpa em ninguém porque a pandemia fez com que isso acontecesse. Fizemos o nosso melhor. Graças a Deus, voltamos e demonstramos mais uma vez nosso valor ao vencermos a grande equipe que é o Grêmio na Copa do Brasil", completou.

Palmeiras