PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Sem plano B, Flu está otimista por Bigode e confia em Libertadores por Babi

Além de Willian Bigode, Matheus Babi é alvo do Fluminense no mercado da bola para a Libertadores - Vitor Silva / Botafogo.
Além de Willian Bigode, Matheus Babi é alvo do Fluminense no mercado da bola para a Libertadores Imagem: Vitor Silva / Botafogo.

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

01/04/2021 04h00

Em busca de reforços para o ataque, o Fluminense definiu seus alvos e está otimista para fechar contratações no mercado da bola. Enquanto aguarda definição de Willian Bigode, do Palmeiras, o Tricolor se aproxima de Matheus Babi, do Botafogo, e tem a Copa Libertadores como trunfo.

Uma reunião entre o Flu, os empresários de Babi e o Serra Macaense — detentor dos direitos econômicos do centroavante emprestado ao Alvinegro — acontecerá ainda esta semana, conforme noticiado pelo Saudações Tricolores e confimado pelo UOL Esporte.

Os tricolores acreditam que permanecer no Rio de Janeiro e disputar a competição continental, além de um projeto de carreira com valorização salarial, podem convencer o jovem de 23 anos a jogar no Fluminense. A irmã de Babi, Mayara, é atleta do time feminino de vôlei do Flu.

O Fluminense sabe que o Athletico, seu principal concorrente na negociação, fez uma oferta financeiramente superior ao clube de Macaé, mas o jogador, que não pretende seguir no Botafogo para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, ainda não escolheu seu destino. A ideia é mostrar um projeto mais atrativo ao jogador para que ele faça valer sua vontade.

O Tricolor fez proposta de 1 milhão de euros (R$ 6,6 milhões na cotação de hoje) por 25% dos direitos econômicos do jogador junto ao Serra Macaense. A manutenção de um percentual mais alto por parte do clube formador também pode ajudar na negociação, uma vez que os paranaenses fizeram proposta para comprar 60%. Importante lembrar que, em ambas as tentativas, 100% dos direitos federativos também ficariam com Flu ou Athletico, garantindo o poder decisório sobre o futuro do atleta.

Já sobre Willian Bigode, o Fluminense adota cautela e espera o retorno do técnico português Abel Ferreira ao Palmeiras para que o atacante decida seu futuro. O jogador de 34 anos sinalizou a pessoas próximas e também ao Tricolor que gostou da proposta, mas aguarda o Alviverde para tomar sua decisão, o que deve acontecer nos próximos dias.

O time paulista busca jogadores para o setor e sabe que, já em idade avançada e com alto salário, Bigode é hoje um reserva de luxo. No Flu, por outro lado, teria status de titular absoluto para a disputa da Libertadores, o que o seduz. Além disso, a ótima relação com o treinador Roger Machado também pesa a favor do Tricolor, que tem o atacante como sonho de consumo para 2021.

Apesar de ter outros nomes selecionados pelo departamento de scout, o Fluminense hoje não trabalha com nenhum plano B e não abriu outra negociação, confiando no desfecho positivo das tratativas com Willian Bigode e Matheus Babi para reforçar o ataque para a Libertadores.

Fluminense