PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Flamengo surpreende por ritmo após pré-temporada e manda recado aos rivais

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

01/04/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Flamengo festejou o octacampeonato brasileiro, teve alguns dias de descanso e voltou ao batente em 15 de março. Após 22 sessões de treinos, os titulares voltaram a campo e, apesar da fragilidade do Bangu, deixaram uma impressão positiva no primeiro teste da temporada no duelo pela oitava rodada do Carioca.

Se a expectativa era de uma equipe ainda em uma rotação mais baixa, o que se viu na vitória de ontem (31) por 3 a 0 sobre o Alvirrubro foi um Rubro-negro que fez da intensidade e da movimentação as suas marcas no Raulino de Oliveira. Ante um rival acuado, o Fla impôs um ritmo que não deixou dúvidas quanto ao apetite dos jogadores.

De volta ao comando do time, Rogério Ceni mandou a campo uma formação de muita mobilidade e que usou e abusou da troca constante de posições. Contra uma linha de cinco defensores, os homens de frente do Fla se mexeram muito e bagunçaram o sistema defensivo adversário.

"A gente precisava, era um jogo importante para nossa intensidade. Criamos muitas chances, mas é só o começo. Começamos bem, mas temos de melhorar", disse Arrascaeta, autor de um golaço na partida.

Assim como já ocorreu na reta final da última temporada, Filipe Luís caiu bastante da lateral para o meio, atuando quase que como um homem a mais na construção. Sem ter a quem marcar, os zagueiros adiantaram a linha até quase a intermediária banguense, o que ajudou a acelerar ainda mais a retomada da bola.

"Fiquei contente com a intensidade, criamos muitas chances e recuperamos a bola muito rápido. Isso da continuidade ao trabalho, saímos daqui com uma sensação muito positiva, mas sabendo que podemos e vamos melhorar", pontuou Diego.

"Para uma estreia [do grupo principal na temporada] foi muito bom, jogamos com uma intensidade boa. O descanso mental e os 22 treinos ajudaram bastante. A gente tinha dúvida do que poderia render, mas o time conseguiu 90% do tempo jogar em cima do adversário", completou Ceni.

Na próxima rodada, os líderes da Taça Guanabara encaram o Madureira na segunda-feira (5), às 21h. A partida deve ser no Maracanã, mas ainda não há confirmação por conta da possibilidade da ampliação das restrições sanitárias devido à pandemia de Covid-19.

Depois de encarar o Tricolor, o time tem uma semana quase cheia de treinos até o duelo diante do Palmeiras, confronto válido pela Supercopa do Brasil. A ideia da comissão técnica é que o time esteja mais perto do auge após quatro ou cinco jogos, mas a atuação no Sul Fluminense já foi um recado para os demais adversários.

Flamengo