PUBLICIDADE
Topo

Carioca - 2021

Botafogo faz dois gols no fim, vira sobre o Nova Iguaçu e se aproxima do G4

Lance de jogo entre Nova Iguaçu e Botafogo, pelo campenato Carioca - Thiago Ribeiro/AGIF
Lance de jogo entre Nova Iguaçu e Botafogo, pelo campenato Carioca Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

28/03/2021 20h04Atualizada em 28/03/2021 20h30

Classificação e Jogos

Com emoção até o fim, o Botafogo venceu de virada o Nova Iguaçu pelo placar de 2 a 1, em Saquarema, com dois gols marcados no fim de jogo. O gol do Nova Iguaçu foi marcado pelo volante Vandinho, enquanto Ênio e Marco Antônio fizeram os dois gols do Botafogo nos acréscimos.

Com a vitória, o Botafogo subiu para a sexta colocação e se aproximou do G-4 do Campeonato Carioca. Já o Nova Iguaçu caiu uma posição e agora está em nono lugar.

Agora, as duas equipes voltam a entrar em campo pelo estadual na próxima quarta-feira (31). O Nova Iguaçu enfrenta o Macaé, enquanto o Botafogo joga contra o Madureira.

Botafogo começa com seis reforços

Um novo Botafogo já começou a tomar forma neste início de temporada. Dos 11 titulares, seis foram reforços contratados este ano para montar a equipe para o ano de 2021. Os jogadores recém contratados goleiro Douglas Borges, o lateral-direito Jonathan, o zagueiro Gilvan, o volante Matheus Frizzo, o meia Felipe Ferreira e o atacante Marcinho iniciaram no time titular.

Equipe mostra intensidade

O time de Marcelo Chamusca demonstrou superioridade durante os primeiros minutos de jogo. O Botafogo foi agressivo, trocou passes e, apesar da dificuldade com a falta de entrosamento, conseguiu trocar alguns passes e criar situações perigosas no ataque. Com bastante espaço na parte ofensiva do campo, os atacantes de lado do Botafogo tiveram bons lances, mas esbarraram na falta de objetividade no último passe.

Essa dificuldade na hora da definição do jogo impediu que o Botafogo abrisse o placar e desperdiçasse oportunidades de criar finalizações mais claras. Dessa forma, a equipe do Nova Iguaçu terminou a primeira etapa com mais chutes que o Botafogo.

Botafogo tem chances mais objetivas, mas Nova Iguaçu abre o placar

Nos primeiros minutos da etapa complementar, a equipe botafoguense teve duas chances claras de gol com duas faltas laterais. Na primeira, Marcelo Benevenuto não conseguiu cabecear em cheio, e acabou desperdiçando. Em seguida, o outro zagueiro alvinegro, Gilvan, subiu mais que todo mundo e cabeceou para fora.

Apesar das duas boas chances do Botafogo, foi o Nova Iguaçu quem abriu o placar. Aos seis minutos da etapa complementar, Rafinha encontrou Vandinho na entrada da área. O volante limpou para o pé direito e acertou um bonito chute cruzado, fazendo o primeiro da equipe mandante.

Nova Iguaçu se fecha com a vantagem

A frente no placar, o Nova Iguaçu ficou mais confortável em passar a defender. O Botafogo, precisando do resultado, passou a atacar mais, buscando o empate de toda forma. A falta de entrosamento atrapalhou um pouco o time de Chamusca, que encontrou dificuldades em criar jogadas trabalhadas, mesmo com um bom volume de jogo.

Botafogo vira no final do jogo

Nos últimos minutos, Chamusca fez mudanças ofensivas buscando evitar a derrota e foi premiado. Aos 45 minutos, após falta lateral cobrada por Marco Antônio, a bola sobrou para o meio-campista Ênio concluir para dentro do gol e empatar o jogo.

No último lance, o estreante Marco Antônio completou cruzamento vindo da linha de fundo e virou o jogo para o Botafogo.

Estreante, Marco Antônio brilha

Recém contratado, Marco Antônio fez seu primeiro jogo com a camisa do Botafogo nessa noite. Com pouco mais de 30 minutos em campo, foi um dos grandes nomes do Fogão. Primeiro, foi o responsável pela cobrança da falta que resultou no primeiro gol da equipe visitante. No último lance, o meia marcou o gol que sacramentou a vitória do time de Chamusca.

FICHA TÉCNICA:
NOVA IGUAÇU 1 X 2 BOTAFOGO

Competição: Taça Guanabara - Campeonato Carioca
Local: Elcyr Resende, em Saquarema (RJ)
Data: 28 de março de 2021, domingo
Horário: 18h (de Brasília)
Árbitro: Beatriz Oliveira Dantas
Assistentes: Rafael Gomes Rosa e Marco Aurelio Reges
Gols: Vandinho, do Nova Iguaçu, aos 6'/2ºT; Ênio, do Botafogo, aos 44'/2ºT; Marco Antônio, do Botafogo, aos 50'/2ºT
Cartões amarelos: Luis Henrique, Vinícius Matheus, Luã (NIG); Gilvan (BOT)
Cartões vermelhos: -

Nova Iguaçu: Luis Henrique, Digão (Vinícius Matheus), André Santos, Gilberto e Rafinha; Abuda, Vandinho e Dieguinho (Canela); Yan (Baggio), Raphael Carioca (Anderson Künzel) e Luã. Técnico: Carlos Vitor

Botafogo: Douglas Borges, Jonathan, Marcelo Benevenuto, Gilvan e Paulo Victor (Rafael Navarro); Kayque (Cesinha), Matheus Frizzo e Felipe Ferreira (Ronald); Warley (Marco Antônio), Matheus Babi e Marcinho (Ênio). Técnico: Marcelo Chamusca