PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Corinthians divulga balanço de 2020: dívida do clube é de R$ 956,9 milhões

Duílio Monteiro Alves, presidente do Corinthians - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Duílio Monteiro Alves, presidente do Corinthians Imagem: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Yago Rudá

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/03/2021 01h14

Classificação e Jogos

Na madrugada de ontem (26) para hoje (27), a diretoria do Corinthians divulgou o balanço financeiro do ano de 2020. De acordo com o documento assinado pela RSM, empresa de consultoria, a atual dívida do clube do Parque São Jorge é de R$ 956,9 milhões, sem contar o valor devido pela construção da Neo Química Arena. Na temporada passada, o Timão fechou com déficit de R$ 123,3 milhões, sendo o departamento de futebol responsável por R$ 61,7 miilhões dessa quantia.

No documento de 50 páginas, a consultoria contratada pelo clube detalha todas as dívidas do Corinthians. A maior parte do débito do Timão no mercado está com o parcelamento de tributos devidos, o que totaliza mais de R$ 300 milhões no balanço. Na sequência do ranking aparecem as pendências com receitas a realizar (R$ 260,9 milhões), fornecedores (R$ 217 milhões) e direitos de imagem (R$ 121,4 milhões).

Na temporada passada, ano em que arrecadou R$ 189,2 milhões com a venda e repasse de direitos de jogadores e mais R$ 160 milhões com direitos de transmissão, o clube do Parque São Jorge fechou no vermelho (R$ 123,3 milhões). O clube social apresentou praticamente o mesmo déficit do departamento de futebol (R$ 61,6 milhões).

Os números podem ser consultados no site do Corinthians, e preocupam a diretoria. Por isso, uma das metas da atual gestão é cortar em 20% os gastos em todos os departamentos do clube ao longo deste ano. A meta é sanar aos poucos as dívidas e conseguir encontrar um equilíbrio financeiro nas próximas temporadas.

Entenda a composição da dívida de R$ 956,919 milhões do Corinthians*:

Passivo circulante (R$ 847,215 milhões)

Empréstimos e financiamentos: R$ 75,832 milhões

Fornecedores: R$ 217,047 milhões

Direitos de uso de imagem: R$ 121,442 milhões

Obrigações e encargos sociais: 138,218 milhões

Obrigações tributárias: R$ 5,264 milhões

Tributos parcelados: R$ 22,212 milhões

Receitas a realizar: R$ 260,903 milhões

Outras contas: R$ 6,297 milhões

Passivo não circulante (R$ 443,514 milhões)

Empréstimos e financiamentos: R$ 28,502 milhões

Fornecedores: R$ 10,715 milhões

Tributos parcelados: R$ 304,613 milhões

Receitas a realizar: R$ 37,974 milhões

Provisão para contingências: R$ 61,710 milhões

*O ativo circulante do Corinthians é de R$ 333,810 milhões

Corinthians