PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Zeca sobre palavras a Galarza após golaço pelo Vasco: "Quis incentivar"

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

26/03/2021 16h38

Classificação e Jogos

Um golaço de fora da área, o primeiro como profissional do Vasco. Aos 19 anos, Matías Galarza teve uma noite mágica na última quarta-feira (24), na vitória cruzmaltina por 3 a 1 sobre o Macaé. Na comemoração, o jovem foi abraçado pelo lateral Zeca e recebeu conselhos ao pé do ouvido: "Merece! Você merece! Você trabalhou para isso! Parabéns!".

Após ouvir as palavras, o paraguaio fez questão de dar um efusivo abraço ao recém-contratado jogador. Segundo Zeca, o objetivo foi incentivar o garoto, promovido ao time de cima nesta temporada pelo técnico Marcelo Cabo.

"Eu falei algumas coisas para incentivar justamente porque a rapaziada que não joga, vem treinando muito bem. A oportunidade é no jogo, então apareceu a oportunidade e ele aproveitou. Falei para ele continuar trabalhando porque merecia aquilo, quis incentivar mesmo", declarou ao UOL Esporte.

Zeca foi apresentado pelo Vasco no início de março junto com o meia Marquinhos Gabriel e o zagueiro Ernando. Apesar de jovem ainda (26 anos), o lateral já possui uma bagagem como profissional e tem se preocupado em passar experiência aos mais novos.

Revelado pelo Santos, ele tem passagens por Internacional e Bahia, além de ter sido campeão olímpico com a seleção brasileira.

Galarza dá um efusivo abraço em Zeca após ouvir conselhos do lateral em comemoração do golaço - Reprodução / Pay-per-view do Carioca - Reprodução / Pay-per-view do Carioca
Galarza dá um efusivo abraço em Zeca após ouvir conselhos do lateral em comemoração do golaço
Imagem: Reprodução / Pay-per-view do Carioca

Cabo pede calma com Galarza

Ciente da expectativa criada em cima de Matías Galarza principalmente após o golaço, Marcelo Cabo pediu calma com o jovem a partida:

"Quero ressaltar a importância do Siston [técnico do sub-20] e de toda a categoria de base. Trabalhamos de forma integrada. Eu acompanhei a Supercopa e outros jogos. Agora, o mérito de trazer ele [Galarza] para o profissional é do relatório feito pela base. É promissor, mas precisamos ter calma. O gol de hoje ele costuma fazer nos treinos. É ambidestro, é jovem, precisamos de calma. O jogo estava 2 a 1, difícil, e eu coloquei ele porque tinha segurança do que apresentou nos treinamentos".

Vasco