PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Léo Jabá é apresentado no Vasco e revela emoção do pai: "Ele chorou"

Atacante Léo Jabá foi apresentado oficialmente pelo Vasco: contrato é de empréstimo até o fim da temporada - Rafael Ribeiro / Vasco
Atacante Léo Jabá foi apresentado oficialmente pelo Vasco: contrato é de empréstimo até o fim da temporada Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

26/03/2021 12h54

Classificação e Jogos

O Vasco apresentou hoje (26) à tarde seu quarto reforço para a temporada. Trata-se do atacante Léo Jabá, de 22 anos, que chega por empréstimo até o fim da temporada pelo PAOK, da Grécia.

Cria das divisões de base do Corinthians, o jovem revelou que seu pai é vascaíno e que se emocionou bastante ao saber que o filho iria defender o Cruzmaltino.

"Meu pai é baiano, então lá vocês sabem como é a torcida. Ele é vascaíno, e quando eu falei que estava vindo para o Vasco, ele ficou emocionado, todo arrepiado e chorou. Com certeza essa camisa aqui eu vou dar para ele", disse em sua apresentação, lembrando também do diálogo com o irmão: "Ele me ligou e falou: 'Agora já posso tirar a camisa do armário, né?' Pois eu já tinha jogado contra o Vasco aqui em São Januário e dei uma camisa para ele (risos)".

Léo Jabá ressaltou a experiência que adquiriu no futebol europeu, atuando tanto na Grécia quanto na Rússia.

"Agradeço pela oportunidade de vestir a camisa do Vasco, que é muito grande. Venho para aprender e ajudar. Sou jovem, mas tenho experiência lá fora. Quero jogar e ajudar os meus companheiros. Quero voltar a jogar o meu futebol e evoluir", declarou em entrevista coletiva virtual promovida pela Vasco TV.

Antes de Léo Jabá, o Vasco já havia apresentado o meia Marquinhos Gabriel, o lateral Zeca e o zagueiro Ernando.

Léo Jabá posou para fotos ao lado da estátua de Romário, no gramado de São Januário - Rafael Ribeiro / Vasco - Rafael Ribeiro / Vasco
Léo Jabá posou para fotos ao lado da estátua de Romário, no gramado de São Januário
Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco

Confira abaixo outros tópicos da entrevista

Quase ida para o Atlético-GO

"Eu cheguei a ir para Goiânia e fiz exame. Combinamos algumas coisas, mas quando chegamos lá não foi o que estava combinado. Então voltei para São Paulo. Quando surgiu a oportunidade de vir para o Vasco não pensei duas vezes".

Recuperação da lesão

"Eu saí muito jovem do Brasil. Fui para a Rússia, depois para a Grécia. Tive anos muito bons. Infelizmente, lesões são coisas do futebol e eu tive uma muito grave. Junto com isso veio a pandemia e eu perdi muito tempo. Quando voltei era mudança de treinador e não tive espaço. Vim para o Brasil e surgiu a oportunidade de vestir a camisa do Vasco".

Dupla com Cano

"Eu tive pouco contato com o Cano. Meu armário é ao lado do dele. Estamos nos comunicando no treino e tentando nos entender. Tenho certeza que posso ajudá-lo e ele pode me ajudar também. Tenho características de força e velocidade. Jogo pelas beiradas, mas também posso jogar pelo meio como falso nove".

Vasco