PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Corinthians passa apuros na Copa do Brasil, mas se classifica nos pênaltis

Otero durante a partida entre Corinthians e Retrô-PE, em Saquarema-RJ, pela segunda fase da Copa do Brasil - Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Otero durante a partida entre Corinthians e Retrô-PE, em Saquarema-RJ, pela segunda fase da Copa do Brasil Imagem: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/03/2021 23h48

O Corinthians está classificado para a terceira fase da Copa do Brasil. Na noite de hoje (26), o Timão passou sufoco e suou muito para despachar o modesto Retrô, do Pernambuco, da competição nacional. No tempo normal, o Alvinegro ficou no empate em 1 a 1, e precisou contar com a frieza de Fábio Santos, Jô, Léo Natel, Ramiro e Fagner para vencer, por 5 a 3, nos pênaltis e garantir a vaga.

Mandante do confronto, o Corinthians do técnico Vagner Mancini não conseguiu ser protagonista ao longo dos 90 minutos. A equipe até começou bem, pressionando o adversário, mas depois de ter feito o gol optou em recuar. Com isso, o Retrô teve mais posse de bola no tempo normal (61%) e foi quem dominou as ações ofensivas do confronto. No fim do segundo tempo, Maycon Félix empatou a partida e mandou o confronto para os pênaltis.

Emoção nos pênaltis

A classificação corintiana aconteceu com doses altas de emoção. Depois de sofrer o empate no tempo normal, o elenco do Timão precisou garantir nos pênaltis a vaga para a terceira fase da Copa do Brasil. Pelo lado do Alvinegro, Fábio Santos, Jô, Léo Natel, Ramiro e Fagner bateram e converteram, enquanto Gelson desperdiçou para o Retrô.

Quem será o adversário do Corinthians?

De acordo com o regulamento da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), os embates serão decididos após sorteio. Como o Alvinegro foi o primeiro classificado para a próxima etapa da competição, o clube ainda vai demorar algumas semanas para conhecer seu adversário. Na terceira fase da Copa do Brasil, os confrontos são em jogos de ida e volta, e as partidas estão programadas para acontecer no mês de junho deste ano.

Timão milionário

Pela classificação, o Corinthians receberá R$ 1,7 milhão como premiação da CBF. Considerando os valores pagos pelas fases anteriores (R$ 1,15 milhão pela vaga na primeira fase e R$ 1,35 milhão pela classificação à segunda fase), o Timão já faturou R$ 4,2 milhões na Copa do Brasil. Se for campeão, o clube do Parque São Jorge poderá receber, ao todo, R$ 73 milhões.

Polêmica envolvendo o jogo

A princípio, o duelo entre Corinthians e Retrô aconteceria no dia 7 ou 14 de abril, em São Paulo, conforme o regulamento da Copa do Brasil. No entanto, com o veto à realização de eventos esportivos pelo governador João Doria para tentar frear a propagação do novo coronavírus, a CBF alterou o local do confronto para o Estado do Rio de Janeiro.

Gramado atrapalhou a partida

A condição do gramado do estádio do Boavista não era das melhores. Em algumas regiões do campo, sobretudo na parte central, os jogadores tinham dificuldades em realizar os passes, o que acabou atrapalhando ambas as equipes. Horas antes do início do jogo, Fluminense e Volta Redonda atuaram no estádio em partida válida pelo Campeonato Carioca.

Otero desencanta nas bolas paradas

Contratado pelo Corinthians em agosto da última temporada, o venezuelano Otero marcou seu primeiro gol de falta pelo Timão nesta noite. O meio-campista teve uma oportunidade da entrada da área adversária, ainda na primeira metade da etapa inicial, e chutou no ângulo, rente à trave, sem chances de defesa para o goleiro Jean.

Corinthians recua e Retrô cresce na partida

A expectativa antes da partida era de que o Corinthians comandasse o jogo, visto a diferença de investimento entre os dois clubes. No entanto, depois de Otero ter aberto o placar em Saquarema, o Timão recuou, se fechou na defesa e deu espaço para o Retrô atacar. O time pernambucano se lançou ao ataque e terminou o primeiro tempo com 63% de posse de bola.

Pressão pernambucana

O panorama do segundo tempo foi um espelho do fim da etapa inicial, com o Retrô atacando mais e dominando o meio de campo. O Corinthians se manteve recuado, apostou nos contra-ataques e deu a bola para a equipe pernambucana. A tática deu certo até os 38 minutos da etapa final, quando o Retrô teve cobrança de escanteio e o atacante Mayco Félix se antecipou a Jô e Gabriel e testou firme para o fundo da rede defendida por Cássio.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 1 (5) x (3) 1 RETRÔ-PE

Competição: Copa do Brasil - 2ª fase

Data: 26/03/2021 (sexta-feira)

Horário: 21h30 (de Brasília)

Local: estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema (RJ)

Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)

Assistentes: Frederico Soares Vilarinho (MG) e Magno Arantes Lima (MG)

VAR: não há VAR nesta fase da Copa do Brasil

Cartões amarelos: Fagner, Ramiro, Léo Natel, Matheus Donelli e Rodrigo Varanda (Corinthians); Lucas Gonçalves, André Baumer, Kauê e Nilson Corrêa (Retrô)

Cartões vermelhos: -

Gols no tempo normal: Otero, aos 18' do 1ºT (1-0); Mayco Félix, aos 37' do 2ºT (1-1)

Pênaltis:

Corinthians

Fábio Santos - gol

Jô - gol

Léo Natel - gol

Ramiro - gol

Fagner - gol

Retrô-PE

Gelson - errou (no travessão)

Neilson - gol

Guilherme - gol

Thallyson - gol

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Jemerson, Gil e Fábio Santos; Gabriel e Otero (Lucas Piton); Gustavo Mosquito, Cazares (Ramiro) e Rodrigo Varanda (Léo Natel); Jô. Técnico: Vagner Mancini

RETRÔ-PE: Jean; Neilson, Del'Amore, André Baumer e Guilherme; Lucas Gonçalves, Gelson, Kauê (Thallyson) e Janderson; Mayco Félix e Braga (Thiaguinho). Técnico: Nilson Corrêa

Esporte