PUBLICIDADE
Topo

Gaúcho - 2021

Inter cresce no segundo tempo, vence o Caxias e assume a ponta no Gauchão

Edenilson comemora gol do Inter contra o Caxias, pelo Campeonato Gaúcho - Divulgação
Edenilson comemora gol do Inter contra o Caxias, pelo Campeonato Gaúcho Imagem: Divulgação

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

24/03/2021 23h54

Classificação e Jogos

Edenilson saiu do banco e precisou de poucos minutos em campo para abrir caminho para a vitória do Inter sobre o Caxias, hoje (24), no Beira-Rio. Com um gol do meio-campista e outro de Thiago Galhardo, o time de Miguel Ángel Ramírez fez 2 a 0 e assumiu a ponta no Campeonato Gaúcho.

O Colorado chegou aos 13 pontos na competição e pulou para o primeiro lugar. Foi a terceira vitória seguida desde que o treinador espanhol assumiu a disputa do Estadual, com o time principal.

Já a equipe da serra gaúcha conheceu a primeira derrota na competição e ocupa o terceiro lugar, com 10 pontos.

No próximo sábado, o Inter encara o Brasil de Pelotas, fora de casa. Já o Caxias joga no domingo, como mandante, contra o São Luiz.

Foi bem: Edenilson sai do banco e marca

Para promover testes no time, Miguel Ángel Ramírez tem alternado titulares no início de sua trajetória no Inter. Hoje, deixou Edenilson no banco de reservas. E quando o colocou em campo, demorou pouco para ver o placar aberto. O meio-campista acertou o ângulo do Caxias e marcou um belo gol.

Foi mal: Praxedes não consegue criar

Praxedes não conseguiu participar efetivamente da criação de jogadas. Com muitos passes errados, o jogador não foi feliz nas investidas que tentou no meio-campo.

Guerrero é titular pela primeira vez

Paolo Guerrero chegou a ficar parado por sete meses em razão de uma lesão no joelho direito. Voltou no primeiro jogo do time principal na temporada, e começou como titular pela primeira vez hoje. Em campo, o peruano mostrou toda categoria que tem, acertou a trave em uma cobrança de falta e venceu boas disputas com a zaga rival, servindo companheiros como pivô. Foram 55 minutos em campo, período maior do que na primeira chance de 2021.

O jogo do Inter: Posse dominante e chances de gol

Desde o início do jogo, o Internacional dominou ações. Com picos que superaram 80% de posse de bola, o time de Miguel Ángel Ramírez evoluiu dentro do modelo de jogo adotado pelo treinador. Sem ser ameaçado, rondou a área do rival e criou boas chances ainda no primeiro tempo. Guerrero acertou a trave, Caio Vidal e Praxdes tiveram boas conclusões. No segundo tempo, o domínio seguiu e o time melhorou com a entrada de alguns titulares. Edenilson e Galhardo definiram o jogo, e Yuri ainda acertou a trave novamente.

O jogo do Caxias: Defesa forte, mas pouca chegada

Sem espaço para atacar e acuado pela posse de bola do Inter, o Caxias tratou de defender. E fez isso muito bem. Com linhas baixas protegendo a meta de Marcelo Pitol, o time de Rafael Lacerda brecou as principais ações do adversário. Por outro lado, frequentou pouco o campo de ataque e praticamente não criou oportunidades no primeiro tempo. No segundo, quando esteve atrás, precisou se soltar mais e empilhou cruzamentos na área rival.

FICHA TÉCNICA
INTER 2 X 0 CAXIAS

Data: 24/03/2021 (quarta-feira)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Douglas Schwengber da Silva
Auxiliares: Maurício Coelho Silva Penna e Claiton Timm
Cartões amarelos: Mazola, Eduardo Diniz, Matheuzinho (CAX); Heitor, Praxedes, Yuri, Patrick (INT);
Cartões vermelhos: Guilherme Mattis (CAX)
Gols: Edenilson, do Inter, aos 23 minutos do segundo tempo; Thiago Galhardo, do Inter, aos 47 minutos do segundo tempo;

Inter
Marcelo Lomba; Heitor (Rodinei), Zé Gabriel, Lucas Ribeiro e Léo Borges; Rodrigo Dourado, Nonato (Edenilson) e Praxedes (Yuri Alberto); Caio Vidal, Guerrero (Galhardo) e Patrick (Mauricio).
Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Caxias
Marcelo Pitol; Eduardo Diniz (Tontini), Guilherme Mattis, Thiago Sales e Bruno Ré; Juliano, Marlon e Diogo Oliveira (Matheuzinho); Jhon Cley (Gustavo Ramos), Mazola (Mila) e Giovane Gomez.
Técnico: Rafael Lacerda.