PUBLICIDADE
Topo

Carioca - 2021

Fla vence Botafogo e assume liderança do Carioca; Muniz e Hugo Moura marcam

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

24/03/2021 23h32

Classificação e Jogos

O Flamengo é o novo líder do Campeonato Carioca. O time rubro-negro venceu o Botafogo por 2 a 0, nesta quarta (24), no Nilton Santos, ultrapassou o Volta Redonda e assumiu a ponta da tabela. A vitória foi construída com gols de Rodrigo Muniz, artilheiro isolado da competição, e Hugo Moura. A equipe da casa ficou com um jogador a menos aos 20 minutos do segundo tempo, quando Kanu foi expulso.

Esta foi a primeira derrota do Alvinegro na temporada, que, entre estadual e Copa do Brasil, vinha de duas vitórias e três empates. Com o triunfo, a equipe da Gávea chegou a 12 pontos, enquanto o Glorioso permanece com seis. Na próxima rodada, o Fla pega o Boavista e o Botafogo enfrenta o Nova Iguaçu.

Pedro faz ação de marketing, mas dá adeus cedo

Pedro é substituído após sentir incômodo na coxa no clássico entre Botafogo e Flamengo, pelo Carioca - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

O atacante Pedro fez parte de uma ação do banco BRB, patrocinador master do Rubro-Negro, e vestiu a camisa 200, em uma celebração à marca de 200 mil contas abertas pelos torcedores do Fla. O jogador, porém, ficou pouco em campo. Ainda no início do clássico, após tentar uma cabeçada, ele acusou um incômodo na coxa esquerda e foi substituído por Rodrigo Muniz aos 10 minutos.

Gol de artilheiro

O Flamengo dominava e já chegava com mais perigo quando aproveitou uma falha da defesa do Botafogo para abrir o placar, contando ainda com o faro de gol de Rodrigo Muniz. Após o Alvinegro recuperar a posse de bola, Zé Welison tentou afastar e foi bloqueado, Michael conseguiu um toque de cabeça e Muniz "venceu" dividida com Marcelo Benevenuto na área, ficando livre para bater na saída de Douglas Borges.

Com o gol, o jovem rubro-negro balançou a rede pela quinta vez no Carioca, assumindo a artilharia isolada do torneio.

Douglas Borges pega

Pouco depois do gol, o Fla quase ampliou. Michael fez boa jogada pela direita e bateu cruzado, mas Douglas Borges conseguiu fazer a defesa. Na reta final do primeiro tempo, Michael, desta vez pela esquerda, recebeu de Hugo Moura, ajeitou e bateu, mas o goleiro alvinegro espalmou para fora.

Mudanças no Bota; Fla quase amplia

Em uma tentativa de alterar o cenário que se apresentou no primeiro tempo, o técnico Marcelo Chamusca fez alterações no Botafogo. Ele colocou o meia Felipe Ferreira e o atacante Ronald. Quem chegou bem ao ataque nos minutos iniciais, porém, foi o Flamengo. Primeiramente, João Gomes carimbou o travessão. Depois, o volante bateu forte da entrada da área e Douglas Borges pegou.

Renê tira em cima da linha

O Botafogo, aos poucos, buscou ter mais presença no campo de ataque, principalmente explorando as pontas. A equipe quase chegou ao empate após uma cobrança de falta em que a bola sobrou para Babi, que finalizou e obrigou Hugo a fazer boa defesa. A bola, porém, ainda ficou "viva" e Renê chegou para tirar em cima da linha, em dividida com Kayque.

Expulsão e reclamação

O time de Marcelo Chamusca, que ensaiava uma reação, ficou com um jogador a menos aos 20 minutos do segundo tempo. O lance, inclusive, gerou muita reclamação dos alvinegros. No início da jogada, Babi se chocou com Renê na área e os jogadores do Glorioso pediram pênalti, mas a arbitragem mandou seguir. Leo Pereira, então, lançou Muniz, que conseguiu girar e foi puxado por Kanu quando ia em direção ao gol. O zagueiro já tinha cartão amarelo e foi punido novamente, recebendo o vermelho.

Propostas diferentes

Enquanto o Fla buscava cadenciar a partida para aproveitar a vantagem numérica e no placar, o Glorioso tentava encaixar as saídas em velocidade para pegar o Rubro-Negro espaçado, mas errava nas conclusões das jogadas.

Ampliou no fim

Já nos minutos finais, Hugo Moura ampliou a vantagem da equipe da Gávea. Ele aproveitou rebote, bateu de primeira e mandou no canto esquerdo de Douglas Borges, sem chance de defesa. Foi o primeiro gol dele, que é cria do clube, no profissional do Fla.

Clubes unidos em ação

Antes de a bola rolar, Botafogo e Flamengo se uniram em uma ação do Disque Denúncia Rio, que jogou holofote sobre a questão de pessoas desaparecidas.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO 0 x 2 FLAMENGO


Competição: Taça Guanabara - Campeonato Carioca
Local: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 24 de março de 2021, quarta-feira
Horário: 21h35 (de Brasília)
Árbitro: Maurício Machado Coelho Jr.
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone e Silbert Faria Sisquim
Cartões amarelos: Kanu, Zé Welison (BOT); Matheuzinho, Hugo Moura, Leo Pereira, Muniz (FLA)
Cartão vermelho: Kanu, do Botafogo, aos 20'/2ºT
Gol: Rodrigo Muniz, do Flamengo, aos 23'/1ºT; Hugo Moura, do Flamengo, aos 39'/2T

Botafogo: Douglas Borges; Jonathan, Marcelo Benevenuto, Kanu e Paulo Victor; José Welison, Rickson (Ronald) e Matheus Frizzo (Kayque); Marcinho (Felipe Ferreira), Matheus Babi (Rafael Navarro), e Warley (Gilvan). Técnico: Marcelo Chamusca

Flamengo: Hugo Souza; Matheuzinho (João Lucas), Bruno Viana, Léo Pereira e Renê; Hugo Moura, João Gomes (Richard Rios) e Pepê (Thiaguinho); Michael, Vitinho (Max) e Pedro (Rodrigo Muniz). Técnico: Mauricio Souza